Trailer legendado de Hobbs & Shaw revela que Velozes e Furiosos entrou na era Marvel



A Universal divulgou o pôster e o primeiro trailer legendado de “Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw”, título oficial do spin-off da franquia “Velozes e Furiosos” centrado nos personagens de Dwayne Johnson (Hobbs) e Jason Statham (Shaw). E a prévia mostra que a franquia entrou na era Marvel, não apenas na construção de um universo expandido, mas na adoção de supervilões. O personagem de Idris Elba tem a superforça do Capitão América.

“Sou a mudança evolutiva humana”, narra o próprio Elba sobre sua origem, mostrada em laboratório tecnológico logo na abertura do vídeo.

“Velozes e Furiosos” sempre testou os limites do impossível, com cenas absurdas de ação envolvendo carros em disparada. Mas o spin-off abandona qualquer vestígio de realismo ao incorporar clichês de quadrinhos – o velho truque do personagem que “evolui” em laboratório data dos anos 1940, como o citado Capitão América.

Por outro lado, os filmes da Marvel costumam ser divertidos. E o trailer também é absurdo nesse sentido, com cenas eletrizantes envolvendo os protagonistas, que continuam mais antagonistas que nunca, mesmo tendo que trabalhar juntos para enfrentar o supervilão.

Sem renegar a franquia original, a prévia ainda inclui diversas manobras mirabolantes de carros acelerados. E quedas que desafiam as leis da física, mas são incrivelmente cinematográficas.


Dirigido por David Leitch (“Deadpool 2”) e escrito por Chris Morgan, roteirista veterano de “Velozes & Furiosos”, o longa completa seu elenco com participações de Vanessa Kirby (“Missão Impossível: Efeito Fallout”), Eiza Gonzalez (de “Em Ritmo de Fuga”), Eddie Marsan (“Ray Donovan”), Cliff Curtis (“Fear the Walking Dead”), John Tui (“Battleship”), o jogador de futebol americano Josh Mauga e o lutador Roman Reigns, primo de Dwayne “The Rock” Johnson.

A estreia está marcada para agosto – nove meses antes do aguardado “Velozes & Furiosos 9”.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings