Retrospectiva: 50 talentos que perdemos em 2018


2018 acabou. Mas antes de deixar o ano para trás, a Pipoca Moderna vai celebrar suas lembranças. Antes de mais nada, saudar os que farão falta em 2019.

Verdadeiros gênios se foram em 2018, e não apenas do cinema e da TV, mas também dos quadrinhos, como Stan Lee, da música, como Aretha Franklyn, da literatura, como Harlan Ellison, e do teatro, como Neil Simon. Estes quatro tiveram intersecção importante com as telas, mas outros não entraram na lista abaixo por conta dessa diferença – gente como o desenhista Steve Dikto, o escritor Tom Wolfe e o radialista Gil Gomes, que deixaram suas passagens marcadas no site.

Dubladores famosos, ilustradores de pôsteres clássicos e até atores e cineastas menos conhecidos também foram celebrados com suas respectivas despedidas ao longo do ano.

Entretanto, na hora de listar 50 nomes, diversos cortes tiveram que ser feitos.

Até não ser possível cortar mais ninguém. O que fez que o número não ficasse exatamente redondo.

São 50 e poucos nomes reverenciados abaixo, entre eles alguns dos maiores diretores do cinema mundial, do italiano Bernardo Bertolucci ao tcheco Milos Forman, sem esquecer o brasileiro Nelson Pereira dos Santos. São, ainda, criadores e atores de séries clássicas, heróis e vilões do cinema, cowboys inesquecíveis, mulheres de outro mundo e até a melhor malvada que a TV brasileira já produziu. Relembre com saudades e clique em seus nomes para ler sobre as carreiras de cada um deles.

Agildo Ribeiro

Aretha Franklin

Audrey Wells

Barbara Harris

Beatriz Segall

Bernardo Bertolucci

Bill Daily

Bradford Dillman

Burt Reynolds

Charles Aznavour

Clint Walker

Deanna Lund

Donald Moffat

Dorothy Malone

Eloísa Mafalda

Ermanno Olmi

Etty Fraser

Francis Lai

Harlan Ellison

Isao Takahata

Joel Barcellos

John Gavin

John Mahoney

Joseph Campanella

Laurie Mitchell

Leonardo Machado



Lewis Gilbert

Margot Kidder

Mark Salling

Michael Anderson

Milos Forman

Oswaldo Loureiro

Neil Simon

Nelson Pereira dos Santos

Nicolas Roeg

Pedro Carlos Rovai

Penny Marshall

R. Lee Ermey

Reg E. Cathey

Ringo Lam

Robby Müller

Robert Dowdell

Roberto Farias

Scott Wilson

Sondra Locke

Stan Lee

Stéphane Audran

Stephen Hillenburg

Steven Bochco

Susan Anspach

Tab Hunter

Tônia Carrero

Verne Troyer

Vittorio Taviani



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings