Toxic Avenger: Super-herói trash vai ganhar remake de grande orçamento


O estúdio Legendary anunciou que vai produzir um remake do cultuado terrir “Toxic Avenger”, maior sucesso da Troma, produtora de filmes trash que se tornou lendária na época dos VHS.

Os filmes da Troma eram rodados com baixíssimo orçamento e elenco amador, e exploravam essas limitações com muito humor, gerando paródias de produções de gênero. Lançado em 1984, “Toxic Avenger” foi a tentativa da Troma de criar um filme de super-herói. E virou franquia como se fosse da Marvel, gerando três sequências, um musical, uma série infantil e até uma revista em quadrinhos… da Marvel!

Toxic Avenger era originalmente um faxineiro nerd e gentil chamado Melvin, que acaba se contaminando com o lixo radioativo de Tromaville, cidade de Nova Jersey onde se passam os filmes da Troma. A contaminação transforma Melvin num mutante repulsivo, mas também o deixa superforte, permitindo que se vingue dos valentões que o atormentavam. Adotando um esfregão de faxina como seu “martelo de Thor” e uma capa esfarrapada, ele decide ser um herói como suas inspirações em quadrinhos e passa a ser conhecido como o Vingador Tóxico, o inimigo número um da sujeira, especialmente da corrupção, que atacava com ultraviolência sádica para alegria dos espectadores sedentos por esguichos de ketchup.

O personagem foi criado pelo roteirista e diretor Lloyd Kaufman (com o pseudônimo de Samuel Weil), que trabalhou na equipe original de “Rocky: Um Lutador” (1976) e ainda foi responsável por outros dois clássicos da Troma, “Class of Nuke ‘Em High” (1986), sobre os efeitos mutantes de drogas literalmente tóxicas – o lixo radioativo de Tromaville era totalmente desregulado – , e “Tromeo & Juliet” (1996), a versão de Romeu e Julieta da Troma, coescrito com um jovem estreante chamado James Gunn (ele mesmo, de “Guardiões da Galáxia”).

Toxie, como o vingador do lixo se tornou conhecido, foi precursor dos filmes de super-heróis de humor negro e ultraviolência, que culminaram nos lançamentos de “Kick-Ass” e “Deadpool”, dois exemplos de como o gênero pode render com maiores orçamentos.



Lloyd Kaufman e seu parceiro na direção do filme original, Michael Herz, serão produtores executivos do remake, que ainda não confirmou roteiristas nem diretor. Em 2013, Steve Pink (“A Ressaca”) chegou a desenvolver um roteiro e estava cotado para assumir a direção de um remake. Na época, até Arnold Schwarzenegger foi sondado para viver o vilão. Mas esse projeto não foi adiante.

O novo “Toxic Avenger” será o primeiro longa da franquia produzido por um grande estúdio – a Legendary é a casa atual de “Godzilla” e “King Kong”. E isso pode realmente significar um elenco com nomes como o de Schwarzenegger.

Relembre o trailer original abaixo.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings