Criador de 3% vai lançar nova série sci-fi brasileira na Netflix


A Netflix anunciou nesta quarta-feira (21/11) a produção de sua segunda série sci-fi brasileira, “Onisciente”. Trata-se de uma nova criação de Pedro Aguilera com produção da Boutique Filmes, respectivamente criador e produtora da primeira sci-fi brasileira da plataforma, a série “3%”.

“Onisciente” se passa em um futuro próximo, onde cada cidadão é seguido constantemente por um pequeno (quase imperceptível) drone. A máquina alimenta um supercomputador com dados, aos quais ninguém tem acesso.

As taxas de criminalidade são quase zero, uma vez que os criminosos sabem com certeza que serão capturados.

O Sistema Onisciente parece perfeito, até que uma jovem chamada Nina descobre um assassinato, mas o crime não é relatado pelo Sistema. Agora, cabe a ela descobrir o que o sistema está tentando esconder.


“‘Onisciente’ trata do conflito entre privacidade e segurança, e questiona se a ética das pessoas vem de dentro ou vem do olhar de fora, do Sistema”, diz Aguilera, que também será showrunner da atração.

“Onisciente” integra a lista crescente de séries originais brasileiras atualmente em produção na Netflix, incluindo títulos como “Coisa Mais Linda”, “O Escolhido”, “Cidades Invisíveis”, “Ninguém Tá Olhando”, “A Facção”, “Spectros” e “Sintonia”.

As gravações de “Onisciente” estão previstas para o início de 2019, visando uma estreia em 2020.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings