Bradley Cooper vai ganhar homenagem da PETA por escalar seu próprio cachorro em Nasce uma Estrela



A química entre Lady Gaga e Bradley Cooper não foi a única parceria elogiada de “Nasce Uma Estela”. Cooper, que também é diretor do filme, experimentou outro ótimo relacionamento na tela com um “intérprete” diferente. Ele escalou seu próprio cachorro como bichinho de estimação do casal da trama. No filme, Charlie viveu a si mesmo, e demonstrou sua enorme conexão com o astro.

A participação do cachorro chamou atenção da ONG Peta (sigla de Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais), mais ativa entidade de proteção aos animais nos Estados Unidos, que se inspirou na escalação de Charlie para promover um novo prêmio, intitulado de Prêmio de Compaixão em Filmes. Cooper será o primeiro homenageado, por não ter alugado um cachorro de uma empresa de amestradores para as filmagens.

“O cachorro feliz, adorável e muito amado de Bradley Cooper rouba a cena – e o coração dos espectadores – nesse filme, porque fica claro que ele ama estar ao lado do seu pai da vida real”, afirmou a vice-presidente do Peta, Lisa Lange, em um anúncio divulgado pela revista americana People. “Nós já testemunhamos diversos casos de abuso e negligência com cachorros dentro e fora do set e esperamos que o tipo de decisão feita por Cooper abra um precedente para todos em Hollywood começarem a fazer o mesmo.”



Durante a pré-estreia de “Nasce Uma Estrela” em Los Angeles, Bradley Cooper declarou à People que o nome de Charlie é uma homenagem ao pai do ator. “Os personagens principais do filme não têm uma criança juntos, mas eles têm esse cachorro e eu queria que isso fizesse parte da história”, explicou.

A participação no filme foi o primeiro trabalho de Charlie em Hollywood. O cachorro aparece nos créditos do longa e até ganhou uma página no IMDB, uma base de dados online sobre as estrelas do cinema.

O musical estreou na sexta (5/10) nos Estados Unidos e arrebatou a crítica, com 91% de aprovação na medição do Rotten Tomatoes. A estreia no Brasil está marcada para a próxima quinta-feira, dia 11 de outubro.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings