Ator da série Cosby é humilhado pela Fox News ao ser flagrado trabalhando num supermercado


O ator Geoffrey Owens, que ficou conhecido como Elvin Tibideaux, o marido da filha mais velha de Bill Cosby na série “The Cosby Show” entre 1985 e 1992, foi alvo de uma reportagem vergonhosa da Fox News, ao ser flagrado em seu trabalho atual, como caixa no mercadinho Trader Joe’s, em Nova Jersey. A notícia viralizou em sites de fofoca e tabloides, mas também rendeu um onda positiva de apoios nas redes sociais, com diversos artistas famosos atacando o canal identificado com a direita americana por inventar um novo tipo de bullying: “humilhação de trabalhador”.

Detalhe: para aumentar o equívoco de julgamento da emissora, a reportagem foi ao ar na semana do Dia do Trabalho nos Estados Unidos.

A reportagem acabou dando nova visibilidade a Owens, que na verdade nunca deixou de exercer sua função principal, embora as participações em séries sejam esporádicas – de modo que ele precisa reforçar seus rendimentos.

Convidado a aparecer no programa “Good Morning America” para falar sobre a repercussão do caso, o ator confessou que ficou “arrasado” pela forma como a imprensa retratou seu trabalhando no supermercado. Mas não demorou a se sentir melhor, graças ao apoio que recebeu de diversos atores, que saíram em sua defesa.

Owens afirmou que aceitou o emprego no Trader Joe’s há 15 meses por causa da flexibilidade de horários, enquanto buscava outros empregos na área de atuação, direção ou ensino.

“Espero que reavaliemos a ideia de que há um trabalho melhor do que o outro. Isso não é verdade”, afirmou Owens, reforçando que ninguém deveria sentir pena dele. “Tive uma ótima vida e uma ótima carreira. Tive uma carreira pela qual a maioria dos atores morreria”.


Entre os diversos atores que saíram em sua defesa, Terry Crews (“Brooklyn Nine-Nine”) contou no Twitter que varreu chão após trabalhar no humorístico “Saturday Night Live”. “Se necessário, eu faria de novo. Trabalho bom e honesto não é nada para se envergonhar”, afirmou.

“Que notícia é essa?”, questionou Patricia Heaton (“Everybody Loves Raymond”), atacando a Fox. “Por que vocês estão tentando humilhar esse ator honrado e trabalhador? Vocês deviam se envergonhar”.

O veterano James Woods (“O Ataque”) também se manifestou, ironizando o fato de que Owens está ganhando hoje mais do que Bill Cosby, o protagonista da série que ele estrelava na juventude. “Agora, talvez, algum diretor de elenco tome nota deste bom homem que engoliu o seu orgulho e está disposto a trabalhar”, completou.

Vale lembrar que Bill Cosby foi condenado recentemente por abuso sexual e caiu em desgraça nos Estados Unidos. A Justiça ainda não decidiu a pena, mas ele pode pegar até 30 anos de prisão.

Veja abaixo a reportagem do programa “Entertainment Tonight” que contextualiza a polêmica e resume a entrevista do ator.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings