Trailer de novo documentário de Michael Moore retrata governo Trump como distopia


O cineasta Michael Moore lançou seu novo ataque ao partido republicano, com o trailer de “Fahrenheit 11/9”, seu novo documentário.

O título faz referência à data em que Trump venceu a eleição americana, 9 de novembro de 2016, e também ao mais famoso documentário da carreira do diretor, “Fahrenheit 11 de setembro” (Fahrenheit 9/11), em que ele criticava o governo de George W. Bush e sua reação aos atentados de 2001.

A prévia mostra que o novo filme não tem nenhum foco, ao entrevistar pessoas aleatórias e mostrar Moore abrindo mangueiras em nome do governador do Michigan Rick Snyder – que enfrentou uma crise de abastecimento de água. Moore também faz uma colagem de declarações polêmicas de Trump para traçar um retrato distópico dos Estados Unidos, um país que não permite mais o chamado “sonho americano” para imigrantes e minorias.



Supostamente, o filme examina a investigação que pode render um Impeachment contra Trump, que é acusado de conspirar com autoridades russas para derrotar Hillary Clinton nas eleições de 2016, além de tentar obstruir a justiça para impedir que os fatos fossem averiguados. Mas nenhuma cena ligada a esse escândalo aparece na prévia.

“Fahrenheit 11/9” chega aos cinemas norte-americanos em 21 de setembro.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings