Lauren Cohan diz que Maggie não vai morrer em The Walking Dead

Após a confirmação da saída de Andrew Lincoln, intérprete de Rick em “The Walking Dead”, os holofotes se voltam para Lauren Cohan, que assinou contrato para estrelar uma nova série (“Whiskey Cavalier”) e também deverá se despedir de Maggie na atração dos zumbis.

Pois ela confirma que vai mesmo deixar a série. Mas deixa a porta aberta para um retorno – caso, por exemplo, “Whiskey Cavalier” fracasse. Em outras palavras, Maggie não deve morrer na trama.

“A história de Maggie é aberta”, afirmou Cohan numa entrevista à revista Entertainment Weekly. E retomou o assunto no talk show de Andy Cohen, ao repetir: “Minha história em ‘The Walking Dead’ está aberta, não está terminada. Você não rompe com alguém e o esquece e elimina da sua vida, não, as coisas passam por uma transição”.

Cohan também abordou os rumores sobre a disputa salarial que a levou a se afastar da série. “Não foi realmente como noticiaram, que eu estava pedindo um aumento. Foi que meu contrato tinha terminado”, disse Cohan no programa “Watch What Happens Live with Andy Cohen”. “O que aconteceu foi uma renegociação bastante normal”. Ou seja, a atriz queria ter salário equiparado aos protagonistas masculinos da série para continuar e os produtores apostaram que ela se conformaria em continuar com o mesmo salário. Deu no que deu.

Embora ela siga mantendo mais segredo sobre seu destino que Lincoln, Cohan se diz bastante agradecida por seu tempo no show. “Sou muito grata por ‘The Walking Dead’ ter sido meu destino por tanto tempo… e minha família aqui nunca será perdida”.

Antes de aparecer na 9ª temporada de “The Walking Dead” a partir de outubro e na 1ª de “Whiskey Cavalier” no começo de 2019, Cohan ainda estará no cinema no filme de ação “22 Milhas”, que estreia em 20 de setembro no Brasil.