Disney inventa primeiro “dublê eletrônico”, um robô capaz de fazer acrobacias perfeitas



A Walt Disney Imagineering, braço de design e desenvolvimento da The Walt Disney Company, responsável pela criação e construção dos parques temáticos da empresa, surpreendeu o mundo nesta segunda (2/7) ao demonstrar ter superado os engenheiros de robótica mais avançados do planeta com a criação do primeiro robô capaz de realizar acrobacias aéreas com precisão.

A empresa revelou o que chama de “Stuntronics figures” (o que pode ser traduzido como dublês eletrônicos) num vídeo, que mostra a evolução do projeto, desde a peça original até ganhar seu esqueleto, e dos movimentos em trapézios até a realização de um voo de teste extremamente realista, graças ao ângulo da trajetória e ao mergulho perfeito da invenção numa rede de proteção.

O objetivo da invenção é criar personagens para os parques temáticos que pareçam mais flexíveis e interativos – isto é, menos robóticos. Mas os stuntronics também abrem a possibilidade de substituir a computação gráfica na realização de cenas de ação mais arriscadas. Os dublês eletrônicos dariam muito mais realismo aos balanços acrobáticos do Homem-Aranha, por exemplo.


O robô desenvolvido pela empresa é uma figura humanóide de 90 quilos, repleta de sensores suficientes para tomar decisões em tempo real, literalmente na hora. “Sabe quando dobrar os joelhos para dar uma cambalhota, quando puxar os braços para girar e até mesmo para desacelerar o giro para ter certeza de que vai aterrissar perfeitamente”, disse a Disney, em comunicado, ao anunciar a invenção.

Veja abaixo.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings