Crítica americana rasga elogios ao novo Missão Impossível: “Melhor filme de ação do ano”



“Missão: Impossível – Efeito Fallout” é um dos melhores, senão o melhor filme da franquia de ação estrelada por Tom Cruise, de acordo com as primeiras críticas internacionais, que começaram a ser publicadas neste fim de semana. Corrigindo: da franquia, não. Do ano, segundo o site Vanity Fair. Mais que isso ainda: da História, corrige o IndieWire.

Com 93% de aprovação no Rotten Tomatoes, o filme foi elogiado por suas cenas impressionantes de alto risco, ritmo frenético, efeitos visuais de tirar o fôlego, ação eletrizante e por consolidar Ethan Hunt, personagem de Cruise, como o melhor herói de ação da temporada do verão norte-americano.

De forma interessante, algumas críticas compararam o ímpeto da ação do novo “Missão Impossível” com “Mad Max: Estrada da Fúria”.

Veja abaixo algumas frases bombásticas que a Paramount deve incorporar em seus próximos comerciais da produção.

“Tom Cruise e Christopher McQuarrie entregam um dos melhores filmes de ação da HISTÓRIA”, escreveu David Ehrlich, do site IndieWire. “Desde ‘Estrada da Fúria’ não tínhamos um filme com efeitos visceralmente práticos organizados de um jeito tão bom, feito por pessoas delirantemente nada práticas”.

“Esta se tornou a rara franquia que só melhora cada vez mais, ficando ainda mais tortuosa e delirantemente divertida a cada novo filme”, disse Chris Nashawaty, da revista Entertainment Weekly. “É a diversão pura sem frescura que não apenas tira seu fôlego como restaura a fé nos blockbusters”.

“Ethan Hunt nunca encontrou uma missão impossível e, ainda assim, as pessoas precisam acreditar que esta pode ser a que vai desafiá-lo. Aqui, Hunt prova porque ele é o herói mais valioso do verão [norte-americano]”, opinou Peter Debruge, da revista Variety, ressaltando que o novo filme é melhor da saga.

“Aqui está Cruise, 56 anos, fazendo algumas da mais impressionantes acrobacias já capturadas pela tela”, comentou Rafer Guzman, do jornal Newsday.

“Este é um filme que quer que você viva o momento, aproveite o que está na tela bem na sua frente e não se preocupe com a forma como isso se encaixa em um enredo que pode ser confuso, mas que se resolve a tempo da conclusão inevitavelmente empolgante”, escreveu Kenneth Turan, do jornal Los Angeles Times.



“Eu fico pensando ‘Que droga, precisamos de mais um desses filmes?’ E a aí eu vou ver e digo ‘Sim, claro, seu idiota. É claro que precisamos de outro desses filmes!”, conversou consigo mesmo Kyle Anderson, do site Nerdist.

“Com um trabalho de dublês impecável e direção afiada, ‘Fallout’ oferece cenas intensas e emocionantes que oferecem um realismo tão pauleira que poucos outros blockbusters podem igualar”, exaltou Ian Sandwell, do site Digital Spy.

“Um filme de ação tão intenso e de tirar o fôlego como não se via desde ‘Mad Max: Estrada da Fúria'”, comparou Scott Mendelson, da revista Forbes

“‘Missão: Impossível – Efeito Fallout’ é o melhor filme de ação do ano”, definiu Richard Lawson, da revista Vanity Fair.

“Está mais para Missão Impressionante”, adjetivou Alan Jones, da revista britânica Radio Times.

“Claramente a melhor franquia contínua de ação do mundo”, acrexentou Matt Singer, do site ScreenCrush

“O último filme arrecadou US$ 682 milhões em todo o mundo (71% fora dos EUA), e há poucas razões para duvidar que essa nova extravagância ultra-empolgante não renda mais”, profetizou Todd McCarthy, da revista The Hollywood Reporter.

Com roteiro e direção de Christopher McQuarrie, que assinou “Missão: Impossível – Nação Secreta” (2015), o filme estreia em 26 de julho no Brasil, um dia antes do lançamento nos Estados Unidos.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings