Bryan Cranston acredita que Walter White não morreu e criador de Breaking Bad diz que ele vai voltar


Duas declarações complementares agitaram os bastidores do primeiro dia da San Diego Comic-Con. A primeira veio à tona durante uma entrevista do ator Bryan Cranston a Conan O’Brien, em uma edição especial do programa do apresentador no evento. Questionado sobre o final de “Breaking Bad”, Cranston surpreendeu ao dizer que talvez seu personagem não tenha morrido na conclusão da série.

“Talvez Walter White tenha se safado de tudo no fim”, disse Cranston. “Nós vimos um relatório policial (sobre a morte)? Não. Há um obituário? Não.”

A afirmação do ator foi tratada como piada por Conan. “Acho que Cranston está procurando trabalho!”, riu ele.

Vale lembrar que, na cena final de “Breaking Bad”, Walter White é visto agonizando, com um ferimento à bala, enquanto a polícia se aproxima, sugerindo que aqueles são seus últimos momentos de vida.



Poucos minutos depois de Cranston questionar o desfecho da série, o roteirista e produtor Vince Gilligan revelou que Walter White e Jesse Pinkman (Aaron Paul) voltarão a aparecer na TV em breve, em participação especial no spin-off “Better Call Saul”. Entretanto, não será nesta temporada.

“Vocês não verão Walt e Jesse nessa temporada, mas eu diria que seríamos muito relapsos se eles não aparecessem na série até o final dela”, afirmou Gilligan durante um painel da Comic-Con homenagem aos dez anos da série.

Neste caso, também convém lembrar que a primeira cena do episódio inaugural de “Better Call Saul” introduziu a história como um longo flashback, a partir da fuga do personagem Saul Goodman (Bob Odenkirk), de “Breaking Bad”. Portanto, não se trata de um prólogo tradicional, mas lembranças de eventos passados. Desde então, a história vem avançando até chegar, segundo Gilligan, na cronologia de “Breaking Bad” na 4ª temporada, que começa em 13 de agosto nos Estados Unidos. Neste ritmo, a trama pode, sim, ultrapassar o que foi mostrado em “Breaking Bad” e revelar o que aconteceu após Walter White agonizar em seu confronto final.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings