Divisão de filmes e séries da DC perde seus principais chefes


Em menos de uma semana, a DC Entertainment perdeu seus principais chefes. Na quarta passada (6/6), Diane Nelson anunciou que não retornaria ao cargo de presidente da divisão dedicada a desenvolvimento de filmes e séries baseadas nos quadrinhos da DC Comics. Afastada desde março por questões familiares, a executiva decidiu não retomar suas atividades na empresa.

Agora, nesta segunda-feira (11/6), o site Deadline informou que Geoff Johns vai deixar o cargo de diretor criativo da companhia.

Johns era o principal responsável não só pelos filmes da DC, mas também pelas séries de TV, sendo creditado como cocriador de “The Flash”. Sua saída foi atrelada a contrato para se dedicar à produção de todo o tipo de filmes, e não apenas de super-heróis, num acordo de parceria com a Warner. Ele também voltará a escrever histórias em quadrinhos para a editora, algo de que sentia falta.


O produtor e roteirista deixou vários projetos engatilhados, tendo ajudado a escrever os roteiros de “Mulher-Maravilha 2” e “Aquaman”, sem esquecer que “Shazam!” é baseada em quadrinhos de sua autoria. Entre as séries, também ajudou a desenvolver “Titans” e seu spin-off, “Doom Patrol”, para o serviço de streaming DC Universe.

Quem herda sua função no conglomerado Warner é Jim Lee, editor dos quadrinhos da DC Entertainment – que o mercado notou não ter experiência anterior com filmes e séries.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings