Conheça os integrantes da comissão que vai definir o candidato do Brasil ao Oscar 2019

A comissão que vai escolher o filme representante do Brasil para tentar uma indicação ao Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira foi definida.

A Comissão de Seleção será presidida pelo distribuidor e diretor vice-presidente da Academia Brasileira de Cinema (ABC), Jorge Peregrino (ex-vp da Paramount). Os demais membros titulares são a atriz Bárbara Paz (“Meu Amigo Hindu”), os diretores Flávio Tambellini (“Extorção”), Jefferson De (“Bróder”), João Jardim (“Getúlio”) e Hsu Chien (“Ninguém Entra, Ninguém Sai”), além da produtora Lucy Barreto (“Flores Raras”). Como suplentes, estão a diretora e produtora de festivais Kátia Adler, a produtora Cláudia da Natividade e o produtor e diretor Ricardo Pinto e Silva.

Até 2016, a comissão era definida pela Secretaria do Audiovisual (SAV), ligada ao Ministério da Cultura (MinC). Mas após o clima de polêmica que envolveu a disputa entre “Pequeno Segredo” e “Aquarius”, o MinC decidiu passar a responsabilidade para a Academia Brasileira de Cinema. O primeiro filme escolhida desta forma foi “Bingo – O Rei das Manhãs” no ano passado.

O processo seletivo para definir o candidato brasileiro ao Oscar 2019 foi aberto nesta segunda-feira (25/6) e vai até o dia 17 de agosto.

Os filmes devem cumprir alguns requisitos para concorrer, como ter sido lançado e com exibição prevista inicialmente no Brasil, entre 1º de outubro de 2017 e 30 de setembro de 2018, em sala de cinema comercial, por pelo menos sete dias consecutivos. A inscrição deverá ser feita pela produtora titular dos direitos da obra ou da distribuidora autorizada, que poderá inscrever sob o mesmo cadastro quantos filmes desejar.

O resultado será divulgado no dia 11 de setembro.