Vídeo legendado da Marvel reforça campanha contra spoilers de Vingadores: Guerra Infinita

A Marvel divulgou um vídeo legendado com o elenco de “Vingadores: Guerra Infinita” para ressaltar seu pedido – na verdade, campanha – para que se evitem spoilers do filme. Isto porque há mortes na trama.

Assessores de imprensa da Disney chegaram a “reforçar” este pedido até para os críticos. E isto não pegou muito bem entre a imprensa norte-americana, que expôs o fato em suas críticas. Sobrou reprimendas até para os fanboys que policiam a mídia contra quem ousar desafiar a ordem anti-spoiler, chamando-os de minions da Marvel.

Os jornais The New York Times, Los Angeles e o canadense Globe and Mail citaram cansaço com esse tipo de comportamento e como isso engessa críticas, já que impede que se faça um comentário mais profundo sobre o enredo ao se escrever sobre um filme.

Alguns jornalistas ficaram tão irritados que exaltaram o fato de não haver nada no filme que valha spoiler, já que quem morre no universo Marvel logo “melhora” no lançamento seguinte.

“Não há spoilers aqui. E não por causa das ordens do estúdio ou porque as reviravoltas do filme são especialmente geniais. Simplesmente porque nada em “Guerra Infinita” vale spoiler. Afinal de contas, os conceitos mágicos que distorcem a realidade e distorcem o tempo introduzidos na franquia efetivamente tornam todas as mortes reversíveis. E como até mesmo um leitor casual de tais histórias em quadrinhos sabe, o conceito de ‘morte de super-heróis’ de curta duração é um meme de longa data do gênero. Esses heróis caídos não valem suas lágrimas”, escreveu John Semley, do jornal canadense Globe and Mail.

“Não há spoilers aqui, mas tudo o que é preciso é dar uma espiada na própria franquia para saber que a morte é temporária. Somente a criação de franquias é infinita”, ecoou Joshua Rothkopf, da revista Time Out.