Saída de T.J. Miller de Silicon Valley teria sido motivada por abuso de álcool e drogas

 

A série “Silicon Valley” vai voltar para sua 5ª temporada com um integrante a menos. O afastamento de T.J. Miller foi anunciado pela HBO em maio do ano passado, junto da notícia da renovação da série, mas não foram dados maiores detalhes.
“Os produtores de ‘Silicon Valley’ e TJ Miller concordaram mutuamente que TJ não retornará para a 5ª temporada”, anunciou o canal na ocasião.

A duas semanas da estreia dos novos episódios, a revista The Hollywood Reporter ouviu uma explicação não oficial para a mudança. Segundo a publicação, várias fontes afirmam que a decisão já era esperada pelos abusos do ator. “Houve momentos em que ele parecia ter as coisas sob controle e outros em que estava sob o uso de entorpecentes”, afirmaram múltiplas fontes sobre os problemas que levaram à dispensa de Miller.

O criador da série, Mike Judge, deu a entender que realmente estas foram as razões da dispensa do ator. “Há muitas formas de descobrir quando alguém não quer mais fazer um programa. Não é divertido trabalhar com alguém que não quer estar lá, especialmente quando se é um dos protagonistas e há diversos membros da equipe e figurantes que não são tão bem pagos, mas estão no set desde antes das 7h da manhã, apenas para ouvirem que não irão gravar naquele dia”, disse, sugerindo dias em que o ator não estaria em condições de gravar a série.

Judge diz que tinha planejado uma despedida para Erlich, personagem de Miller, em que ele faria uma viagem para a China após aparecer por três episódios na nova temporada, mas o ator se negou a colaborar, rompendo com o programa e afirmando que agora focaria na sua carreira cinematográfica.

Pouco depois isso, ele foi alvo de denúncias de assédio sexual e agressão. Uma mulher o acusou de estupro na faculdade. Outros rumores começaram a vir à tona, apurados pela THR.

Miller respondeu aos pedidos de declaração sobre as polêmicas, com uma nota: “Na vida real, não estou sempre chapado como Elrich. Isso talvez exploda a mente de seus leitores, mas não fico chapado quando estou trabalhando porque atrapalha minha comédia. Também não sou o cara bêbado que fica esbarrando em tudo no set. A verdade é que eu estava ocupado fazendo stand-up o tempo todo, mesmo que isso significasse que eu dormiria por apenas três horas. Então, a coisa que me incomoda? Passar dos meus próprios limites.”

A estreia da 5ª temporada de “Silicon Valley” está marcada para 25 de março na HBO. Já T.J. Miller, que estrelou o vencedor do Framboesa de Ouro de Pior Filme do ano, a animação “Emoji – O Filme”, será visto a seguir em “Jogador Nº 1” e “Deadpool 2”, previstos para abril e maio no Brasil.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.

Back to site top
Change privacy settings