Ator de Cidade dos Homens é solto após uma semana na prisão

 

O ator Darlan Cunha, intérprete do personagem Laranjinha da série “Cidade dos Homens”, preso no começo de março, deixou o presídio de Benfica, no Rio de Janeiro, após uma semana. Ele recebeu uma tornozeleira eletrônica e, desde sexta passada (9/3), cumpre a pena em regime aberto, informou seu advogado, João Henrique Tristão.

Darlan foi condenado por violência doméstica após uma ex-namorada acusá-lo de agressão e cárcere privado em 2013. Segundo Tristão, como Darlan era réu primário, foi condenado a três meses em regime aberto. Para confirmar o benefício, porém, precisava comparecer a uma audiência. “A Justiça não o localizou na comunidade onde ele morava, o Vidigal, para entregar a notificação, e o juiz acabou revogando o benefício e expedindo o mandado de prisão”, explicou o advogado à revista Veja.

Darlan foi preso no dia 2 de março pela Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na rua do Rosário, no Morro da Babilônia. Os agentes faziam abordagem de rotina, quando identificaram que havia um mandado de prisão em aberto contra ele, por lesão corporal e violência doméstica, e prenderam o ator.

Em janeiro, Darlan participou do retorno de “Cidade dos Homens” após um hiato de mais de uma década. A série original foi desenvolvida por Bráulio Mantovani a partir do livro “Cidade de Deus”, de Paulo Lins, que também rendeu o famoso filme de 2002. Em muitos sentidos, a obra é uma extensão da trama cinematográfica, usando a mesma linguagem e parte do mesmo elenco. Vale lembrar que Mantovani também foi roteirista do filme “Cidade de Deus” e os cineastas Fernando Meirelles e Kátia Lund assinaram três episódios da atração televisiva original. A série ainda inspirou um filme de mesmo nome em 2007, que mostrava a dupla de protagonistas com 18 anos de idade.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.

Back to site top
Change privacy settings