Roger Deakins vence o prêmio do Sindicato dos Cinematógrafos por Blade Runner 2049

O veterano cinematógrafo Roger Deakins, 14 vezes indicado ao Oscar, tornou-se favorito a vencer a sua primeira estatueta da Academia após ganhar o troféu do Sindicato dos Cinematógrafos (ASC, na sigla em inglês) por “Blade Runner 2049”.

Deakins derrotou Bruno Delbonnel (“Darkest Hour”), Hoyte van Hoytema (“Dunkirk”), Dan Laustsen (“The Shape of Water”) e Rachel Morrison (“Mudbound”) no ASC Award. Morrison é foi a primeira mulher a competir na categoria de longa-metragem da organização e a primeira mulher nomeada como diretora de fotografia nos 90 anos de história dos Oscar.

Ele não estava presente para aceitar o prêmio, que foi recebido por sua esposa enquanto ele participava de uma filmagem em Nova York.

A cerimônia, realizada na noite de sábado (17/2) em Los Angeles, também reconheceu a cinematografia televisiva, onde os vencedores foram episódios de “The Crown” e, curiosamente, a antologia “Genius” e a sci-fi “12 Monkeys”.

O diretor de fotografia Russell Carpenter, vencedor do Oscar por “Titanic”, e Angelina Jolie também receberam prêmios especiais. O primeiro pela carreira, a segunda por incentivar o trabalho de cinematográfos.

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings