A Noite do Jogo vira uma das comédias mais bem-avaliadas dos últimos anos

 

De forma despretensiosa e sem fazer alarde, “A Noite do Jogo” (Game Night) subverteu expectativas e virou uma das comédias mais bem-avaliadas dos últimos anos. A produção estrelada por Rachel McAdams (“Doutor Estranho”) e Jason Bateman (“A Última Ressaca do Ano”), que estreia nesta sexta (23/2) nos Estados Unidos, não reinventa o gênero, como apontam diversas críticas, mas faz rir, o que é cada vez mais raro nas produções atuais. E isso lhe valeu 82% de aprovação no site Rotten Tomatoes.

Ao contrário do recente “A Casa Caiu: Um Cassino na Vizinhança” (2017), igualmente centrado num casal, seus amigos e seus jogos, que teve apenas 17% de aprovação e fracassou nas bilheterias, “A Noite do Jogo” não explora jogatina ilegal – também porque, qual a graça disso, com tantas opções online atuais, como a Betboo promoções.

A comédia gira em torno de um grupo de amigos que se reúne semanalmente para uma noite de jogos. Sob sugestão do personagem de Kyle Chandler (série “Bloodline”), eles resolvem intensificar a brincadeira com o objetivo de desvendar um crime: alguém do grupo seria raptado e os demais deveriam descobrir para onde ele foi levado. Como mostra uma das cenas, esta é a deixa para criminosos invadirem a casa e sequestrarem o próprio Chandler, que pede ajuda e jura que aquilo está acontecendo de verdade, enquanto os amigos aplaudem e comem salgadinhos. Não demora para eles descobrirem que o crime foi mesmo real. Mas, até lá, divertem-se horrores.

O elenco também inclui Billy Magnussen (“Ponte dos Espiões”), Lamorne Morris (série “New Girl”), Jesse Plemons (série “Fargo”), Kylie Bunbury (série “Pitch”), Sharon Horgan (série “Catastrophe”) e Joshua Mikel (série “The Walking Dead”).

Confira alguns dos comentários dos críticos norte-americanos:

“Poderia ter sido muito fácil para os riscos e a violência eventualmente desfazerem a linda sensação do filme, mas há um equilíbrio brilhante entre as muitas mudanças tonais envolvidas. Certamente, isso resulta de um filme que foi realmente escrito e não, como muitas comédias de estúdio da época recente, simplesmente improvisado em cima de uma premissa vendável por um elenco de comediantes” – Alonso Duralde, site TheWrap.

“Jason Bateman tem uma inclinação natural para a comédia, mas McAdams se prova uma surpresa agradável aqui, uma parceira que é igualmente envolvente e não se conforma com papel secundário. Juntos, sua química na tela é um grande bônus” – Bruce Demara, jornal Toronto Star.

“O filme é sobre o mesmo tipo de supercompensação social que rende praticamente toda comédia mainstream atual, mas se mostra confortável com isso, não desesperado numa tentativa de incluir palavrões e cenas apelativas para parecer inserido no contexto do gênero. Não consertará a comédia de estúdio, mas é uma tentativa bem-vinda e principalmente assistível” – Emily Yoshida, site Vulture.

“Não é a comédia mais sofisticada baseada em desenvolvimento de personagens, mas é a aventura mais divertidamente boba que vimos há um bom tempo” – Colin Covert, jornal Minneapolis Star Tribune.

“Repleto de referências de cultura pop e tiradas engraçadas de cada personagem-chave, é o tipo de entretenimento inteligente e de ritmo acelerado que torna um ato de malabarismo muito delicado parecer fácil” – Brian Lowry, rede CNN.

“O roteiro de Mark Perez oferece algumas reviravoltas surpreendentemente satisfatórias, mantendo suficiente plausibilidade para evitar que o filme se torne um absurdo. As coisas se intensificam em direção ao inevitável final cheio de ação, executado de forma ok. Os verdadeiros talentos dos diretores John Francis Daley e Jonathan Goldstein residem na habilidade de realizar gags visuais simples com muita pompa” – Keith Watson, site Slant.

“Algumas, talvez muitas, das piadas são estúpidas. Mas graças ao excelente elenco, timing cômico perfeito e estética inclusiva, é realmente engraçado” – Bill Goodykoontz, jornal Arizona Republic

“Farsa é uma criatura difícil de acertar no cinema. O fato de ‘A Noite do Jogo’ atingir o alvo com mais freqüência do que erra é motivo de aplausos. Jason Bateman e Rachel McAdams certificam-se de que seja sempre hora de festa e diversão. Se alguém quiser uma companhia divertida, eles são os melhores” – Peter Travers, revista Rolling Stone.

Com direção de John Francis Daley e Jonathan M. Goldstein (a dupla do reboot de “Férias Frustradas”), “A Noite do Jogo” chega somente em 10 de maio no Brasil.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.

Back to site top
Change privacy settings