Midnight Texas é renovada, mas perde dois atores



A rede NBC torturou o quanto pôde os fãs de “Midnight, Texas”, mas finalmente anunciou a renovação da série para sua 2ª temporada… com cortes.

Apesar de ter causado sensação entre o público, a decisão sobre o futuro da série, exibida entre junho e setembro nos Estados Unidos, demorou cinco meses para ser conhecida, desde o final de sua temporada inaugural. E, para completar, a renovação veio com mudanças profundas. A começar, pelos showrunners.

A Universal Television promoveu Eric Charmelo e Nicole Snyder (roteiristas-produtores de “Supernatural”) a showrunners. Os dois trabalharam como consultores na 1ª temporada e substituirão Monica Owusu-Breen (roteirista de “Agents of SHIELD”), que criou a série e atuou como showrunner nos primeiros episódios.

Além disso, dois membros do elenco central, Sarah Ramos e Yul Vazquez, não voltarão como integrantes fixos da série. A esperança é que eles apareçam como estrelas convidadas, retomando seus personagens, para dar uma conclusão às suas tramas.

Sarah Ramos interpretava o interesse romântico do protagonista, a jovem Creek Lovell, garçonete do único restaurante da cidade, e Yul Vazquez vivia o lobisomem e pastor local. Dos dois, a ausência de Creek será a mais sentida, pois a trama a apresentou como única razão para o médium Manfred (François Arnaud), protagonista da série, permanecer na cidade de Midnight.



Infelizmente, os encolhimentos de elencos costumam ser habituais quando o acordo de renovação é aprovado com cortes de orçamento.

Difícil entender as razões desse aperto, uma vez que a NBC tinha motivos para comemorar a série. Ela foi a mais assistida do verão passado entre adultos de 18 a 49 anos nos Estados Unidos. Seu episódio de estreia, com direção do dinamarquês Niels Arden Oplev (“Os Homens que Não Amavam as Mulheres”), foi visto por 3,6 milhões de telespectadores ao vivo e o final da temporada teve público de 2,7 milhões. Vale lembrar que a audiência de verão costuma ser mais menor que a de outono.

Além de François Arnaud (série “The Borgias”), continuam na série Parisa Fitz-Henley (série “Luke Cage”), Arielle Kebbel (série “The Vampire Diaries”), Peter Mensah (série “Spartacus”), Dylan Bruce (série “Orphan Black”) e Jason Lewis (“Sex and the City”).

A série é baseada numa franquia de livros sobre uma cidade de habitantes sobrenaturais, escritos por Charlaine Harris, que também é autora dos livros que originaram “True Blood”.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings