John Mahoney (1940 – 2018)

 

O ator John Mahoney, mais conhecido pelo pai de Frasier e Niles na série de comédia “Frasier”, morreu no domingo (4/2) aos 77 anos. Apesar de a causa da morte não ter sido divulgada, o ator estava recebendo cuidados paliativos, de acordo com seu agente, Paul Martino.

Nascido em Blackpool, na Inglaterra, em 1940, ele se mudou para os Estados Unidos quando era jovem e iniciou sua carreira de ator no teatro. Ele venceu um prêmio Tony em 1986, por “The House of Blue Leaves” antes de começar a coadjuvar em alguns filmes de diretores proeminentes, como “Os Rivais” (1987), de Barry Levinson, “Sob Suspeita” (1987), de Peter Yates, “Feitiço da Lua” (1987), de Norman Jewison, “Busca Frenética” (1988), de Roman Polanski, “Atraiçoados” (1988), de Costa-Gavras, “Fora da Jogada” (1988), de John Sayles, “Digam o Que Quiserem” (1989), de Cameron Crowe, “A Casa da Rússia” (1990), de Fred Schepisi, e a dobradinha “Barton Fink – Delírios de Hollywood” (1991) e “A Roda da Fortuna” (1994), dos irmãos Joel e Ethan Coen.

Apesar dessa vasta filmografia, ele só foi se tornar reconhecido pela série “Frasier”, pela qual venceu o SAG Awards (prêmio do Sindicato dos Atores) e foi indicado a dois Emmys e dois Globos de Ouro. Mahoney interpretou Martin Crane em 263 episódios, ao longo de 11 temporadas, entre 1993 e 2004.

Ele também atuou nas séries “Em Terapia” (In Treatment, em 2009) e “No Calor de Cleveland” (Hot in Cleveland, de 2011 a 2014). E sua voz distinta ainda retumbou em alguns clássicos da animação, como “Formiguinhaz” (1998), “O Gigante de Ferro” (1999) e “Atlantis: O Reino Perdido” (2001).

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.

Back to site top
Change privacy settings