Discovery vira “melhor série Star Trek” com maior reviravolta já vista neste e no outro universo



O texto a seguir é radiativo. Cuidado com os spoilers nucleares.

O episódio mais recente da série “Star Trek: Discovery”, disponibilizado nesta semana na Netflix, deixou os fãs pasmos, com comentários e elogios rasgados nas redes sociais. Fãs já chamam “Discovery” de “melhor série ‘Star Trek'”, como se isso não fosse um sacrilégio.

A empolgação se deve ao arco de quatro episódios concluído no último domingo (28/1) nos Estados Unidos – e que chegou na segunda ao Brasil. Morta nos primeiros episódios, logo na introdução da série, a personagem de Michelle Yeoh voltou à trama central, e para matar seu substituto, vivido por Jason Isaacs, numa sequência de luta e ação de tirar o fôlego.

Trata-se da maior reviravolta já vista no universo das séries. E gerou até memes, tamanho foi seu impacto. Veja abaixo.

O detalhe é que ninguém previu. Não houve vazamentos, rumores, nada.

A inspiração da reviravolta foi o universo Espelho apresentado em “Mirror, Mirror”, episódio da série clássica dos anos 1960 que mostrava uma realidade paralela em que a Federação era mais selvagem que os klingons. No recente arco, os roteiristas revelaram que o Capitão Lorca (Isaacs) sempre foi malvado, um foragido da outra dimensão, que queria retornar para se vingar da Imperatriz Georgiou (Yeoh, viva no outro universo). E de reviravolta em reviravolta, acabaram trazendo a outra Georgiou para a realidade da Federação – isto é, de volta para a continuidade da série.

Foi, na verdade, uma troca de protagonistas, com a morte de Lorca e a “ressurreição” de Georgiou.

Em entrevista para a revista Entertainment Weekly, Jason Isaacs explicou que o plano sempre foi esse. Ele foi informado sobre o segredo de Lorca ao aceitar o papel. Isso lhe deu a possibilidade de tornar o personagem ambíguo e explorar sua motivação para trazer Michael Burnham (Sonequa Martin-Green) para o seu lado. Além de brincar com inúmeras dicas ao longo da temporada – como a falta de lembranças sobre eventos de seu passado.

Isaacs comentou que ainda não tem informações se voltará a aparecer na série, pois assinou contrato para apenas uma temporada, mas está aberto à possibilidade, porque, se voltar, dará vida a um personagem que ainda não foi visto: o Lorca da Federação. “Se eu fizer outra temporada, sei que não vou mais ter que vestir aquela jaqueta de couro”, afirmou ele, referindo-se ao uniforme do universo Espelho, que foi desintegrado com o vilão.

Veja abaixo alguns dos elogios rasgados dos fãs americanos, com direito a citação a “Game of Thrones”.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings