Diretor de Blade Runner 2049 balança com convite para filmar próximo James Bond



O diretor canadense Denis Villeneuve continua sendo um dos diretores mais requisitados de Hollywood, apesar de “Blade Runner 2049” não ter rendido nas bilheterias um terço do que faturou em elogios entre a crítica. Tanto que foi procurado para substituir Sam Mendes na direção do próximo filme de James Bond. Ele seria a opção favorita tanto do ator Daniel Craig quanto da produtora Barbara Broccoli. O problema é que já está com a agenda ocupada.

“Eu disse para Barbara que adoraria trabalhar com ela e com Daniel, mas estou comprometido”, disse Villeneuve, em entrevista ao site Screen Rush. “Considero Daniel um ator fantástico e eu gostaria de fazer, mas há alguns meses entrei em ‘Duna’ e me comprometi.”

O diretor já está trabalhando na pré-produção da adaptação da sci-fi “Duna”, baseada no livro clássico de Frank Herbert, que já foi levada às telas por David Lynch em 1984. Segundo Villeneuve, quando ele se compromete com um trabalho, não o abandona.



“Lembrei que me comprometi com ‘O Homem Duplicado’ e apareceram com ‘Os Suspeitos’. Falei que precisava fazer ‘O Homem Duplicado’ primeiro. Fiz o mesmo com ‘A Chegada’ e ‘Blade Runner’. Para fazer ‘Blade Runner’, uma das minhas condições foi de terminar ‘A Chegada’ antes.”

As declarações de Villeneuve indicam que no futuro próximo ele pode assumir a direção em algum novo filme da franquia 007 — que ele classifica como “uma velha fantasia minha”.

“Quando a Legendary me ofereceu ‘Duna’ numa travessa de prata, um velho projeto com o qual eu sonhava há 30 anos, aceitei de cara. Quero honrar isso. Não significa que a produção vá começar antes de seis meses. E Bond também é uma velha fantasia minha, mas não posso estar em dois lugares ao mesmo tempo. É um ano estranho, pois eu adoraria fazer um James Bond. Preciso me focar.”


Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings