Universal se torna terceiro estúdio do ano a atingir US$ 5 bilhões de arrecadação mundial

A Universal Pictures se tornou o terceiro estúdio de Hollywood a bater a marca de US$ 5 bilhões de arrecadação mundial em 2017, juntando-se à Disney e à Warner na lista de empresas que atingiram o valor neste ano.

Assim como aconteceu com a Warner, foi apenas a segunda vez que a Universal obteve este faturamento. Já a Disney atingiu US$ 5 bilhões nos três últimos anos consecutivos e é o único estúdio que conseguiu registrar US$ 6 milhões num único ano – justamente no ano passado.

Quase 70% do montante da Universal veio de bilheterias internacionais, e duas produções respondem por quase metade do total: “Velozes & Furiosos 8” e “Meu Malvado Favorito 3”, que renderam US$ 1,23 bilhão e US$ 1,03 bilhão.

“Velozes e Furiosos 8 ” virou o longa mais rentável de todos os tempos na China e, com o sucesso do novo filme, a franquia “Meu Malvado Favorito” tornou-se a saga animada de maior bilheteria da história.

A Universal também foi a única empresa cinematográfica a emplacar dois lançamentos bilionários em 2017. A Disney, que chegou mais rapidamente à casa dos US$ 5 bilhões, só conseguiu um: “A Bela e a Fera”. Com US$ 1,26 bilhão, a fábula com atores foi a maior bilheteria do ano. Entretanto, este cenário pode mudar com a estreia de “Star Wars: Os Últimos Jedi” a partir do fim de semana.

Outras produções da Universal que também se destacaram neste ano foram “A Múmia”, que, apesar de ter arrecadado US$ 409 milhões ao redor do mundo, foi considerado um fracasso pelos altos custos de sua produção, além de “Cinquenta Tons Mais Escuros”, com US$ 381 milhões, e os surpreendentes “Fragmentado” e “Corra!”, produções baratas de terror que atingiram US$ 278 milhões e US$ 254 milhões, respectivamente.