Série Will, sobre o jovem Shakespeare, é cancelada no final da 1ª temporada

O canal pago TNT anunciou o cancelamento da série “Will”, drama de época que imaginava a história de um jovem William Shakespeare na cena teatral londrina do século 16. A série foi cancelada ao final da 1ª temporada, por não conseguir atrair o público.

“Will” estreou diante de apenas 633 mil espectadores e seus números desabaram para cerca de 300 mil espectadores nas últimas semanas na medição Live + SD (que soma as exibições no mesmo dia da transmissão original).

Repleta de cores e vivacidade, a série tinha uma abordagem estilizada, com influência de videoclipes e mais violência que se espera de um drama de época. Ela foi criada por Craig Pearce, roteirista de quatro dos cinco longas do diretor Baz Luhrmann (de “O Grande Gatsby”) e os episódios eram dirigidos pelo cineasta indiano Shekhar Kapur (“Elizabeth”), que também dividiu a produção com Pearce.

O elenco era encabeçado pelo estreante britânico Laurie Davidson como o personagem-título, Jamie Campbell Bower (“Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos”) como Christopher Marlowe, escritor rival de Shakespeare, Ewen Bremner (“Mulher-Maravilha”) como Richard Topcliffe, um representante da lei, Colm Meaney (série “Hell on Wheels”) como James Burbage, carpinteiro, produtor e empreendedor que tem o sonho de construir o primeiro teatro de Londres com 3 mil assentos, Mattias Inwood (série “The Shannara Chronicles”) como seu filho e a australiana Olivia DeJonge (“A Visita”) como sua filha rebelde, que testa os limites de sua sociedade ao buscar uma carreira artística no teatro do pai.

A produção esteve em desenvolvimento por mais de um ano antes de chegar à TV americana em 10 de julho. O último episódio foi ao ar na segunda (4/9).