Estreia de Star Trek: Discovery lidera audiência e conquista a crítica nos Estados Unidos



A aguardada “Star Trek: Discovery” fez sua estreia na TV dos Estados Unidos com um episódio duplo na noite de domingo (24/9). E foi um sucesso retumbante. Assistido por 9,6 milhões de telespectadores ao vivo, foi o programa não esportivo mais visto do domingo nos EUA, segundo a empresa Nielsen.

Projeções de pesquisa da rede CBS apontam que os números devem ultrapassar 15 milhões de telespectadores com a soma de outras plataformas e reprises, ao longo da primeira semana de exibição.

Como se não bastasse, a atração ainda foi elogiada por 90% da crítica norte-americana, na média do site Rotten Tomatoes. Os efeitos visuais, a performance de Sonequa Martin-Green (série “The Walking Dead”) e o ritmo intenso foram os elementos mais destacados.



Transmitidos em sequência, os dois primeiros capítulos, escritos por Bryan Fuller (série “American Gods”) e Alex Kurtzman (“Star Trek”), fizeram a introdução da nova saga, passada em plena guerra contra os klingons, mas também contaram uma história semi-completa como um filme das franquias atuais. Para não deixar dúvidas que a história teria outro rumo, após o desfecho trágico, a CBS exibiu um trailer das cenas dos próximos episódios, mostrando novas reviravoltas e cenas impressionantes.

Segundo o site Deadline, a exibição rendeu um número recorde de inscrições num único dia ao serviço CBS All Access, que irá mostrar com exclusividade o resto da série por streaming nos Estados Unidos. No resto do mundo, inclusive no Brasil, “Star Trek: Discovery” chega pela Netflix nesta segunda (25/9).


Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings