Teaser de Jogador Nº 1, nova sci-fi de Steven Spielberg, finalmente ganha versão legendada

Se demorou uma semana para a Warner legendar o trailer de “Liga da Justiça” exibido na Comic-Con, o teaser de “Jogador Nº 1” (Ready Player One) levou o dobro do tempo, mas finalmente foi disponibilizado em versão oficial.

A prévia da nova sci-fi dirigida por Steven Spielberg revela um futuro distópico, onde a falta de perspectivas levou uma geração a desaparecer num game de imersão completa. Com narração do protagonista Wade Watts (Tye Sheridan, de “X-Men: Apocalipse”), o vídeo revela o Oasis, em que jogadores usando equipamentos de realidade virtual disputam corridas insanas de carros, utilizando-se de avatares e referências a ícones culturais do século 20.

Entre as imagens que cruzam a tela, é possível identificar o robô de “O Gigante de Ferro” (1999), Freddy Kruger de “A Hora do Pesadelo” (1984) e um DeLorean de “De Volta ao Futuro” (1985).

Adaptação do livro homônimo de Ernie Cline, o filme se passa no ano 2044, quando a decadência do planeta se torna tão insuportável que a humanidade passa os dias vivendo no Oasis, uma utopia virtual, onde as pessoas podem viver o que sonham, interagir com outros jogadores e até se apaixonar. Mas Wade quer mais que sonhar. Ele pretende resolver o enigma do criador do Oasis, que escondeu uma série de pistas na realidade virtual, que levarão quem resolvê-las a herdar sua enorme fortuna e um poder incalculável. Milhões já tentaram conseguir o prêmio, sem sucesso. Isto porque as chaves do enigma são baseadas numa cultura esquecida: o entretenimento pop dos anos 1980.

Além de Sheridan, o elenco inclui Olivia Cooke (série “Bates Motel”), Ben Mendelsohn (série “Bloodline”), Simon Pegg (“Missão Impossível: Nação Fantasma”), Mark Rylance (“Ponte dos Espiões”), Hannah John-Kamen (série “Killjoys”), Ralph Ineson (“A Bruxa”) e T.J. Miller (“Deadpool”)

“Jogador Nº 1” tem estreia marcada para 5 de abril no Brasil, uma semana após o lançamento nos EUA.

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings