Criador de Mad Men fará série sobre descendentes da família real russa, assassinada há 100 anos

 

O criador de “Mad Men”, Matthew Weiner, já começou a trabalhar em sua nova série. Trata-se de “The Romanoffs”, que terá oito episódios orçados em US$ 50 milhões, com produção da Amazon.

Em entrevista a site The Hollywood Reporter, o escritor-produtor confirmou o orçamento e revelou que a trama será ambientada nos dias de hoje, mostrando a vida de pessoas espalhadas pelo mundo que acreditam ser descendentes da família real russa, assassinada há quase 100 anos.

O mistério que ronda a família remonta a 1918, quando os revolucionários bolcheviques, que transformaram a Rússia num país comunista, assassinaram brutalmente o czar Nicolau II, a mulher e os filhos. Mas o fato de o corpo de uma de suas filhas, Anastasia, não ter sido enterrado com a família alimentou, por muito tempo, teorias de que ela teria sobrevivido à tragédia e fugido da Rússia com uma identidade nova.

Várias mulheres reivindicaram ser Anastásia, e Hollywood até produziu um clássico sobre o mistério, “Anastácia, A Princesa Esquecida” (1956), com Ingrid Bergman no papel de uma mulher que podia ou não ser a princesa perdida.

Graças a isso, muitos afirmam até hoje serem descendentes da família real.

“Cada episódio terá um elenco diferente, uma história diferente e um local diferente. A única coisa que os mantém juntos é que todas as histórias envolvem pessoas que acreditam ser descendentes da família Romanov, a última dinastia imperial a governar a Rússia”, disse Weiner.

Ainda não há previsão para a estreia.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.

Back to site top
Change privacy settings