Caio Castro agride fotógrafo e acaba expulso de festa em Trancoso

Nem todo mundo está relaxando em Trancoso. A madrugada da sexta (30/12) foi marcada por uma confusão entre o ator Caio Castro, que viveu o campeão de judô Max Trombini no filme “A Grande Vitória” (2014), e o fotógrafo André Ligeiro.

Ao chegar numa festa na praia do litoral baiano, uma promoter que acompanhava Caio pediu para que não fossem feitas fotos. Mas o Ligeiro não deu importância e, segundo ele, após fazer uma foto foi agredido por uma cabeçada do ator – que abriu seu supercílio e precisou levar três pontos no hospital.

“Ele chegou acompanhado de uma pessoa que não parecia ser do evento, mas assessora pessoal. Sou fotógrafo e ganho a vida clicando famosos. Fiz a foto, virei de costas e ele veio atrás de mim, me puxou pela camisa e, quando virei ele me deu a cabeçada”, contou André ao site Ego.

A versão é confirmada pelo fotógrafo Ali Karakas, que registrou André ferido, e disse ainda que tentou impedir que Caio Castro de cometer a agressão. “Eu estava no meio dos dois, e o Caio foi para cima do André. Eu ainda o segurei pelo braço para ele não dar um soco. Uma assessora segurou o outro braço e foi aí que ele deu a cabeçada”, descreveu.

Depois da agressão, Caio foi expulso do evento. “Ele foi expulso imediatamente. Jamais seríamos coniventes com atos de violência”, garantiu a assessoria do local.

Por sua vez, a assessoria de imprensa do ator se manifestou através de um comunicado que confirma parte da história e pede desculpas.

“Na madrugada desta sexta-feira, 30, o ator Caio Castro esteve presente na festa Saravá, em Trancoso, Bahia, acompanhado de amigos. Ao chegar, a assessora de eventos que estava com com o ator, pediu que ele não fosse fotografado por conta de marcas patrocinadoras concorrentes no evento. Houve um desentendimento no local. O ator lamenta o ocorrido e pede desculpas ao fotógrafo André Ligeiro e todos os profissionais que se sentiram ofendidos”, diz o comunicado.

André Ligeiro disse não entender a atitude de Caio Castro por tão pouco, e que pretende registrar queixa por agressão. “Eu ainda não o fiz porque estou em Trancoso. Acho que precisarei ir até Porto Seguro para fazer o registro da ocorrência. Mas vou fazer sim, e estudar se vou processá-lo ou não”, disse ele.