Bryan Cranston revive Walter White no programa humorístico Saturday Night Live



Bryan Cranston voltou a viver o icônico Walter White, seu personagem na série “Breaking Bad”, para uma participação especial no programa humorístico “Saturday Night Live” desta semana.

Na esquete de abertura do programa, exibido na noite de sábado (10/12) nos EUA, ele é apresentado como novo diretor da DEA, a agência federal de combate às drogas dos EUA, equivalente ao nosso DENARC. A piada é que presidente eleito Donald Trump está formando uma equipe polêmica, com pessoas que simbolizam o oposto dos objetivos dos cargos a que estão sendo convidados a ocupar no governo federal.

A esquete é cheio de referências à série, mas o mais interessante é que aborda a dúvida de muitos fãs sobre o desfecho da atração. Segundo o próprio Walter White, ele não morreu, mas andava desaparecido por ter fingido a própria morte.



Ao lado de Kate McKinnon (“Caça-Fantasmas”), caracterizada como a gerente de campanha de Trump, Kellyanne Conway, Walter se revelou fã do presidente. “Também gosto daquele muro que ele quer construir, assim nada vem do México, o que significa muito menos competição para o resto de nós”.

Veja abaixo Walter White vivo e ao vivo no estúdio do SNL:


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings