Hayao Miyazaki anuncia que fará um último longa animado, seu primeiro com computação gráfica

O cineasta Hayao Miyazaki planeja fazer um último longa animado, após ter anunciado a aposentadoria. Durante entrevista ao canal NHK, o mestre da animação japonesa declarou que irá transformar o curta “Kemushi no Boro” em um longa-metragem, seu primeiro feito em computação gráfica.

Ele explicou que não ficou satisfeito com o resultado do curta, que seria seu primeiro trabalho totalmente criado por CGI, e, por isso, decidiu se dedicar mais ao projeto. Para justificar o esforço, irá expandi-lo como longa-metragem.

“Ainda não contei nada para a minha mulher”, brincou. O longa ainda não tem data prevista para chegar aos cinemas mundiais, mas, como de praxe, será feito no Studio Ghibli.

Vale lembrar que o diretor de 75 anos anunciou sua aposentadoria depois de finalizar “Vidas ao Vento“, em 2013. Alguns dos clássicos do diretor incluem “Nausicaä do Vale do Vento” (1984), “O Castelo do Céu” (1986), “Meu Amigo Totoro” (1988), “Princesa Mononoke” (1997) e “A Viagem de Chihiro” (2001), que venceu o Oscar de Melhor Animação.