Nova versão de MacGyver estreia com recorde de audiência na TV americana


Primeira grande estreia da temporada na TV aberta americana, a volta de MacGyver mostrou que o personagem continua fazendo o impossível diante de situações complicadas. Lançado no pior horário da semana, às 20h de sexta, o reboot da série clássica estourou em audiência, batendo recorde de público na rede CBS.

Foram nada menos que 10,9 milhões de telespectadores sintonizados em seu episódio inicial, o que representou a melhor estreia da CBS em mais de uma década – desde “Ghost Whisperer”, em 2005. A sintonia elevada também destruiu o recorde de audiência das sexta-feiras no canal, que pertencia à “Blue Blood”.

“MacGyver” surpreendeu até quando comparado com os outros dias da semana e os programas tradicionais da emissora, respondendo pela melhor audiência geral do canal em quatro anos.

Mesmo sem agradar a crítica (apenas 22% de aprovação no site Rotten Tomatoes), seu sucesso representou mais um reconhecimento do toque de midas do diretor James Wan (“Invocação do Mal”), que parece ser incapaz de fracassar. Ele voltou às histórias de ação com a série, após estrear no gênero com o filme “Velozes e Furiosos 7” (2005). Mas além de produzir a atração, também deixou sua marca pessoal, dirigindo o primeiro episódio – este que arrebentou a audiência.



Redesenvolvido por Peter Lenkov (produtor-roteirista de “Havaii Five-0”), o reboot traz, além do protagonista, diversos coadjuvantes, que formam uma equipe de especialistas – inclusive o especialista em ser “o melhor amigo”. Ou seja, desta vez MacGyver não conta apenas com fita adesiva, chiclete e papel alumínio para enfrentar os perigos do século 21.

O elenco traz Lucas Till (“X-Men: Apocalipse”) como uma versão mais jovem de MacGyver, George Eads (série “CSI”) como o fortão e sniper da equipe, Tristin Mays (série “The Vampire Diaries”) como a hacker, Justin Hires (série “Rush Hour”) como o melhor amigo e Sandrine Holt (série “Fear the Walking Dead”) como a chefe da agência secreta, que define as missões da equipe.

Ainda não há previsão para a estreia de “MacGyver” no Brasil.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings