Mark Rylance entra em Jogador nº 1 e confirma que Spielberg agora só faz filmes com ele

O diretor Steven Spielberg deve ter ficado muito impressionado com Mark Rylance. Após o inglês vencer o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por “Ponte dos Espiões”, que Spielberg dirigiu, ele vai entrou no elenco de mais três filmes do cineasta.

A nova confirmação é um papel em “Jogador nº 1”. Adaptação do livro homônimo de Ernie Cline, o filme se passa no ano 2044, quando a decadência do planeta se torna tão insuportável que a humanidade passa os dias vivendo no Oasis, uma utopia virtual, onde as pessoas podem viver o que sonham, interagir com outros jogadores e até se apaixonar. Mas o jovem Wade quer mais que sonhar. Ele pretende resolver o enigma do criador do Oasis, que escondeu uma série de pistas na realidade virtual, que levarão quem resolvê-las a herdar sua enorme fortuna e um poder incalculável. Milhões já tentaram conseguir o prêmio, sem sucesso. Isto porque as chaves do enigma são baseadas numa cultura esquecida: o entretenimento pop do século 20.

Rylance vai interpretar o criador do Oasis, James Donovan Halliday, juntando-se no elenco a Tye Sheridan (o novo Cíclope de “X-Men: Apocalipse”), que viverá Wade, Olivia Cooke (série “Bates Motel”), Simon Pegg (“Missão Impossível: Nação Fantasma”) e Ben Mendelsohn (série “Bloodline”).

“Jogador Nº 1” tem estreia marcada para 30 de março de 2018.

Rylance também está no elenco do longa infantil “O Bom Amigo Gigante”, próxima estreia de Spielberg, interpretando, via captura de performance, o papel-título. O longa tem lançamento previsto para 28 de julho no Brasil.

E ainda vai estrelar o drama “The Kidnapping of Edgardo Mortara”, adaptação do romance homônimo de David I. Kertzer. Passado em 1958, o filme gira em torno de um garoto judeu em Bologna, na Itália, que foi forçado a abandonar a família para ser criado como um cristão. Para conseguir libertar o filho, os pais entram em um duelo político com o Papado da época, durante o período de reconstrução do país, que se seguiu após a 2ª Guerra Mundial.

Com roteiro de Tony Kushner, a produção está prevista para começar a ser rodada no primeiro trimestre de 2017, após Spielberg filmar a ficção científica “Jogador nº 1”.

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings