Filme Labirinto, estrelado por David Bowie, vai ganhar nova versão

 

O estúdio Tri-Star, subsidiária da Sony Pictures, entrou em acordo com os herdeiros do diretor Jim Henson (criador dos “Muppets”) para produzir uma nova versão do último filme do cineasta, a fantasia “Labirinto – A Magia do Tempo”, estrelada por David Bowie e a jovem Jennifer Connelly em 1986. Segundo o site The Hollywood Reportar, a roteirista Nicole Perlman (“Guardiões da Galáxia”) será responsável por escrever a história.

O filme original acompanhava a jornada da adolescente vivida por Connelly, que, cansada de ser babá do irmão mais novo, deseja que ele suma, sendo atendida pelo Rei dos Duendes, o papel de Bowie. Desesperada ao perceber o que fez, ela entra num mundo mágico, repleto de fantoches e pedras que soltam pum, para enfrentar a criatura Bowie e recuperar seu irmãozinho.

Cultuado como clássico infantil, “Labirinto” contou com músicas de Bowie, roteiro de Terry Jones (dos Monty Python) e produção de George Lucas (criador de algo chamado “Star Wars”). Um supertime que, curiosamente, não impediu seu fracasso de bilheteria. A derrota financeira levou o diretor Jim Henson a entrar em depressão profunda. Ele nunca mais dirigiu nenhum filme até sua morte, quatro anos depois.

O lançamento em vídeo e as exibições televisivas, porém, mudaram a percepção do público a respeito da obra. Muitos até acham que o filme foi um dos grandes sucessos dos anos 1980. A obra também foi valorizada pelo reconhecimento obtido por Connelly em seus filmes seguintes. A atriz acabou ganhando o Oscar por “Uma Mente Brilhante” em 2002.

Já o projeto do remake/continuação coincide com os 30 anos de lançamento do original e a recente morte de Bowie, falecido no dia 10 de janeiro.

Ainda não há previsão para o começo das filmagens ou data de lançamento.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings