Criador de Sons of Anarchy não vai participar do spin-off centrado em motoqueiros mexicanos

O produtor Kurt Sutter, criador da série “Sons of Anarchy”, não vai se envolver no projeto do anunciado spin-off, que vai girar em torno da gangue Mayans. A revelação foi feita pelo presidente do canal pago FX, John Landgraf, durante a coletiva do canal no evento da TCA (Associação dos Críticos de Televisão dos EUA).

Segundo o executivo, Sutter não escreverá nem atuará como showrunner na atração derivada, pois vai “tirar um tempo para descansar” após o cancelamento de “The Bastard Executioner”, série medieval que não foi renovada ao final de sua 1ª temporada. Mas Landgraf também adiantou que o escritor está “trabalhando numa ideia para uma nova série” para o FX.

O episódio final de “Sons of Anarchy”, exibido em 2014, foi o programa mais assistido da história do canal pago americano, por isso o FX tem interesse em retomar a franquia.

A nova série pretende acompanhar os Mayans, uma gangue de motoqueiros mexicanos envolvidos com tráfico de heroína. O grupo liderado por Marcus Alvarez (vivido por Emilio Rivera) surgiu na trama original como rival dos “Sons of Anarchy”, o motoclube dos protagonistas, mas terminou a série como seu principal aliado.

Por enquanto, não há maiores detalhes sobre o projeto, que tanto pode ser um prólogo quanto uma continuação de “Sons of Anarchy”.