Festival Cine Ceará exibe filmes inéditos em competição

Festival Cine Ceará exibe filmes inéditos em competição

 

O 27º Cine Ceará — Festival Ibero-americano de Cinema, que começou no sábado (5/8), em Fortaleza, e vai até o dia 11, reúne sete longas-metragens inéditos em competição, entre eles dois brasileiros que fazem a sua première mundial: “Malasartes e o Duelo com a Morte”, de Paulo Morelli, tido como a produção nacional com o maior número de efeitos especiais da História, e “Pedro sob a Cama”, de Paulo Pons.

Os outros cinco longas já foram premiados em festivais internacionais, mas farão a sua primeira exibição no Brasil: o argentino “Ninguém Está Olhando”, de Julia Solomonoff, o dominicano “O Homem que Cuida”, de Alejandro Andújar, os cubanos “Santa e Andrés”, de Carlos Lechuga, e “Últimos Dias em Havana”, de Fernando Pérez, e o chileno e “Uma Mulher Fantástica”, de Sebastián Lelio.

O Chile, por sinal, tem uma retrospectiva como país homenageado desta edição, contando com uma mostra paralela em cartaz na cidade desde o começo do mês, como espécie de aquecimento para o festival. O destaque é mesmo o elogiadíssimo “Uma Mulher Fantástica”, vencedor do Urso de Prata de Melhor Roteiro e do Prêmio Teddy no Festival de Berlim, na Alemanha.

A competição ainda conta com 14 curtas-metragens vão disputar o troféu Mucuripe, entre eles “Vênus — Filó, a Fadinha Lésbica”, de Sávio Leite, exibido na mostra Panorama do Festival de Berlim, “Mehr Licht!”, de Mariana Kaufman, e “Valentina”, de Estevão Meneguzzo, exibidos no Festival de Edimburgo, na Escócia.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.