Ben Affleck admite que Liga da Justiça será “produto interessante de dois diretores”

Ben Affleck admite que Liga da Justiça será “produto interessante de dois diretores”

 

Depois do coadjuvante Joe Morton (intérprete do pai do Ciborgue) dizer que as refilmagens de “Liga da Justiça” estavam mudando o tom do filme, um dos protagonistas, ninguém menos que Ben Affleck – o Batman – , confirmou que a influência de Joss Whedon (“Os Vingadores”) é muito maior do que oficialmente admitido. Em entrevista à revista Entertainment Weekly, ele disse que o filme será “um produto interessante de dois diretores”.

Oficialmente, Whedon assumiu “Liga da Justiça” após uma tragédia na família de Zack Snyder (“Batman vs Superman”), que pediu para se afastar da pós-produção. Snyder teria rodado todo o filme antes de passar o bastão para Whedon realizar filmagens adicionais durante duas semanas em Londres. O detalhe é que este prazo já foi superado há bastante tempo e o trabalho ainda não acabou.

“Não é muito ortodoxo”, admitiu Affleck. “Zack teve uma tragédia familiar, e precisou sair, o que foi horrível. Para o filme, a melhor pessoa que poderíamos encontrar era Joss. Tivemos sorte que ele topou”.

Estimulado a comentar a experiência, ele deu sua definição. “É um interessante produto de dois diretores, ambos com uma visão única e com abordagens muito poderosas. Nunca tive essa experiência anteriormente ao fazer um filme. Tenho que dizer, eu amo trabalhar com Zack, mas também amo o que fizemos com Joss”.

Embora refilmagens sejam comuns em Hollywood, como o próprio Affleck assume – “Nunca trabalhei em um filme que não precisasse de refilmagens” – , raras são as vezes em que um estúdio admite ter contratado um diretor diferente para realizá-las. A Warner optou por dar publicidade à troca na direção pela popularidade do substituto, e também por Snyder assumir publicamente seu desejo de se afastar do trabalho, mas tentou minimizar o que Whedon faria.

A situação, porém, pode representar mudanças profundas em “Liga da Justiça”. Rumores indicam que Whedon escreveu um novo roteiro, acrescentando mais diálogos e cenas inéditas. O trabalho é tão extensivo que está causando problemas na agenda do elenco, que já tinha assumido outros compromissos. Um detalhe cômico dessa situação é que Henry Cavill filmou suas cenas com um bigode que precisará ser apagado digitalmente do rosto de Superman. O bigode faz parte de seu personagem em “Missão Impossível 6”, atualmente em produção.

Apesar desse inconveniente, Affleck demonstrou estar feliz por isso ter acontecido. “Esse é realmente um ótimo momento para se trabalhar na DC. Eles estão acertando o ritmo. Estamos começando a sentir que realmente está funcionando”, completou.

“Liga da Justiça” chega aos cinemas no dia 16 de novembro.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.