Apichatpong Weerasethakul vai filmar seu novo longa na Colômbia

Apichatpong Weerasethakul vai filmar seu novo longa na Colômbia

 

Vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes por “Tio Boonmee, que Pode Recordar Suas Vidas Passadas” (2010), o cineasta tailandês Apichatpong Weerasethakul vai filmar seu próximo longa-metragem na Colômbia. Frustrado pela censura e pelo clima político na Tailândia, que permanece sob ditadura militar desde maio de 2014, o diretor decidiu mudar de ares.

A censura do país, que sempre foi dura, tornou-se insuportável depois do golpe militar. Se antes o governo tinha uma postura bastante clara sobre as questões consideradas sensíveis e proibidas, agora quase nada é permitido. “Nós não podíamos tocar na religião, na monarquia e na autoridade militar”, ele comparou. Mas desde o golpe militar essas linhas tornaram-se mais abstratas e desfocadas, tornando a criação mais complicada, pois o governo atual vê as manifestações artísticas como propaganda política.

Segundo o site da revista The Hollywood Reporter, o diretor estava pensando em fazer um filme na América do Sul havia algum tempo. “Quando era garoto, eu amava as histórias de aventura do meu país cheia de animais selvagens e todos os tipos de coisas. Mas, quando você repara na fonte, se toca que tudo veio do Ocidente: europeus e americanos que colonizaram e romantizaram a selva amazônica. Tanto o povo tailandês quanto os romancistas do país foram influenciados por isso, assim como o cinema”, declarou.

Ele pretende passar dois meses na Colômbia para pesquisar material para o seu próximo filme, ainda sem título. E para isso vai viajar por quatro cidades do país – Bogotá, Medellín, Calie e Chocó – para definir locais para as filmagens. O objetivo é usar um território estrangeiro para abordar a situação da Tailândia. “Eu queria saber sobre toda a violência que aconteceu por aqui, e a história da colonização – para, de certa forma, refletir sobre o meu país”, disse.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.