Roteiro da adaptação de Uncharted está pronto – pela quarta vez!

Roteiro da adaptação de Uncharted está pronto – pela quarta vez!

 

O diretor Joe Carnahan (“A Perseguição”) entregou o roteiro do filme “Uncharted”, baseado no game homônimo. Ele postou uma foto de sua capa no Instagram, comemorando a finalização do trabalho, e na legenda ainda se vangloriou da suposta qualidade da obra. “Se existir um roteiro de filme ação mais legal que esse eu quero ler, porque essa coisa é um monstro”, escreveu.

A torcida é para que seja verdade. E que o estúdio não encomende nova versão da história. Afinal, este é um dos roteiros mais reescritos de Hollywood.

A Sony Pictures contratou Carnahan em julho do ano passado, após o estúdio mudar de ideia sobre a direção do projeto pela terceira vez. Para se ter ideia, diretores tão diferentes quanto David O. Russell (“Trapaça”), Neil Burger (“Divergente”) e Seth Gordon (“Quero Matar Meu Chefe”) já estiveram envolvidos com a produção, que também esteve prestes a ser estrelada por Mark Wahlberg (“Transformers: A Era da Extinção”), Robert De Niro (“O Lado Bom da Vida”) e até Scarlett Johansson (“Os Vingadores”) em incontáveis versões atrás.

O filme se arrasta para sair do papel desde 2010. A primeira versão do roteiro foi escrita por Thomas Dean Donnelly e Joshua Oppenheimer (dupla dos péssimos “Dylan Dog e as Criaturas da Noite” e “Conan, o Bárbaro”), jogada no lixo e substituída por novo texto do casal Marianne e Cormac Wibberley (“A Lenda do Tesouro Perdido”) e, antes da última “mudança de direção criativa”, havia um terceiro roteiro aprovado, de autoria de Mark Boal (“A Hora Mais Escura”)

A história do game original acompanha as aventuras do arqueólogo Nathan Drake, que segue as pistas do seu antepassado Sir Francis Drake para encontrar relíquias místicas ao redor do mundo. O roteiro anterior, de Boal, mostrava o personagem em busca da cidade de El Dorado, mas para chegar lá ele precisaria competir com mercenários e criaturas mutantes que defendem o local. Esta versão do filme chegou a ganhar data de lançamento: em março de 2016, o que obviamente não aconteceu.

Atualmente, o cineasta Shawn Levy, responsável pela trilogia cômica “Uma Noite no Museu” e produtor da série “Stranger Things”, está encarregado de dirigir a adaptação, que ainda não tem previsão de estreia.

A Sony já gastou uma fortuna no projeto, pagando diversos roteiristas, sem que o longa tenha data para sair do papel. O que parece ser um modelo de negócios em Hollywood: gastar muito com adaptações de videogames que, via de regra, dão prejuízos elevados.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna