Rihanna e Anne Hathaway entram na versão feminina de Onze Homens e um Segredo

 

A versão feminina de “Onze Homens e um Segredo” (Ocean’s Eleven, de 2001) ganhou dois reforços de peso. Segundo o site da revista Variety, a cantora Rihanna (“Battleship”) e a atriz Anne Hathaway (“Interestelar”) entraram no elenco da produção, provisoriamente chamada de “Ocean’s Ocho”.

Em vez de onze homens, desta vez a produção reunirá oito mulheres poderosas num novo golpe elaborado. Sete delas já estão escaladas. Além das duas citadas, também participarão do filme Sandra Bullock (“Gravidade”), Cate Blanchett (“Carol”), Helena Bonham Carter (“Alice Através do Espelho”), Mindy Kaling (série “The Mindy Project”) e a novata Awkwafina (“Vizinhos 2”). Vale lembrar que o nome de Elizabeth Banks (“Jogos Vorazes”) chegou a circular no primeiro rumor sobre o elenco, que acabou antecipando a maioria das escaladas.

A trama deve trazer Sandra Bullock como uma ex-presidiária, que seria irmã do personagem de George Clooney na franquia original. Por isso, ela teria o mesmo sobrenome, Ocean, que continuaria servindo para dar título ao filme. Esta Ocean seria responsável por reunir um grupo de especialistas com o intuito de roubar um valioso colar no Met Gala e incriminar a dona da galeria.

A ideia ajuda a conectar o filme com a trilogia original, impedindo que seja visto como um simples reboot com elenco feminino, como aconteceu com o rejeitado “Caça-Fantasmas”. No caso, “Ocean’s Ocho” será um spin-off, como “Rogue One: Uma História Star Wars”.

O filme terá direção de Gary Ross (“Jogos Vorazes”) com roteiro escrito por Olivia Milch (do vindouro “Dude”). Diretor da trilogia original, Steven Soderbergh também vai participar do projeto como produtor.

Sem data de lançamento ainda definida, a versão feminina de “Onze Homens e um Segredo” começa a ser filmada a partir de outubro, em Nova York.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna