He-Man ganhará novo episódio animado após 30 anos

He-Man ganhará novo episódio animado após 30 anos

 

Trinta e dois anos após seu cancelamento, a série animada “He-Man e os Mestres do Universo” ganhará um novo episódio inédito. Chamado “The Curse of the Three Terrors”, o capítulo terá uma première nesta quarta (20/7) em San Diego, como aquecimento da Comic-Con, que acontece neste fim de semana (entre 21 e 24 de julho) nos EUA, e estará disponível a partir de 1 de agosto no iTunes e Google Play.

Conforme mostra o trailer divulgado (veja abaixo), a produção mantém o estilo da animação original, com poucos movimentos e desenho simplificado, e pelo menos o dublador do Esqueleto parece ser o mesmo dos anos 1980. A iniciativa partiu da editora e loja americana de brinquedos colecionáveis Super7. Além da animação, a Super7 lançará diversos produtos relacionados aos Mestres do Universo durante a Comic-Con.

He-Man era um príncipe e também o homem mais forte do universo, que lutava para proteger a terra de Eternia do malígno vilão Esqueleto. Desenvolvida pelo estúdio de animação Filmation a partir de bonecos da Mattel, os desenhos de “He-Man” (1983) e o derivado “She-Ra” (1985) representaram um novo patamar de desenvolvimento para as séries animadas, graças a conceitos como universo compartilhado, em que personagens de diferentes atrações podiam se encontrar, e a narrativa épica, que contava uma história contínua e não apenas aventuras isoladas.

No Brasil, a animação foi exibida pela Rede Globo e Rede Record, tendo também sua linha de brinquedos, álbum de figurinhas e vários outros produtos derivados distribuídos no país.

Atualmente, a Sony Pictures desenvolve um novo filme baseado no personagem, que será dirigido por McG (“As Panteras”). A versão mais recente da história foi escrita por Jeff Wadlow (“Kick-Ass 2”), que, por sinal, tinha a pretensão de dirigir o longa.

Será o segundo longo da franquia, após uma produção de 1987 com Dolph Lundgren (“Os Mercenários”) no papel de He-Man e Frank Langella (“Frost/Nixon”) como o vilão Esqueleto. Com efeitos precários e resultado discutível, o filme é mais lembrado por ter lançado a carreira da atriz Courteney Cox (séries “Friends” e “Cougar Town”).

Comente

Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.