Vinyl: Trailer da série roqueira de Martin Scorsese destaca ícones dos anos 1970

Vinyl: Trailer da série roqueira de Martin Scorsese destaca ícones dos anos 1970

 

O canal pago americano HBO divulgou o trailer de “Vinyl”, série sobre a cena musical nova-iorquina dos anos 1970, produzida por Mick Jagger e Martin Scorsese. A prévia destaca o James Jagger (filho de Mick) como cantor de uma banda punk, Juno Temple (“Killer Joe”) como uma caçadora de talentos e Bobby Canavale (“Blue Jasmine”) na pele do dono de uma gravadora. As imagens acompanham um discurso do personagem de Canavale sobre o que é rock’n’roll, enquanto uma coleção de ícones definem as referências, mostrando flashes de Andy Warhol, da banda New York Dolls e Sly Stone.

A trama é ambientada em 1977 e vai seguir as aventuras do executivo de uma gravadora de Nova York que é movido à cocaína (o personagem de Canavale) e casado com uma top model baladeira (Olivia Wilde, de “Rush: No Limite da Emoção”). O elenco também inclui Ray Romano (“Everybody Loves Raymond”) como o braço direito e confidente do personagem de Canavale.

A época foi escolhida por marcar um dos períodos mais criativos da história musical de Nova York, como berço do punk, da era das discotheques e do hip-hop.

Chamado originalmente de “History of Music”, o projeto surgiu como ideia de Mick Jagger, que pretendia transformá-lo num filme. O cineasta Martin Scorsese (“O Lobo de Wall Street”), que ficou amigo do cantor durante as filmagens do documentário “Shine a Light” (2008), sobre os Rolling Stones, gostou da ideia, mas achou que renderia melhor como série. Ele próprio dirigiu o piloto aprovado pela HBO, que foi roteirizado por Terence Winter (criador da série “Boardwalk Empire”).

“Vinyl” estreia em fevereiro na HBO, que assim já abre o ano com a série mais aguardada de 2016.

 

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna