Instagram/Zoe Saldana

Zoe Saldana homenageia Nichelle Nichols: “Um ícone”

Um dia após a morte de Nichelle Nichols, a Uhura da série original “Jornada nas Estrelas”, a atriz Zoe Saldana, que interpretou a mesma personagem em três filmes, escreveu uma longa homenagem à atriz em seu Instagram.

Dizendo que “perdemos uma verdadeira estrela – uma artista única que sempre esteve à frente de seu tempo”, Saldana descreveu Nichols como “um ícone, uma ativista e, mais importante, uma mulher incrível – que abriu um caminho que mostrou a tantos como ver as mulheres de cor sob uma luz diferente”.

“Sua luta pela igualdade foi inabalável”, acrescentou.

Saldana também lembrou seu primeiro encontro com Nichols depois de ser escalada como Uhura no filme “Star Trek” de 2009, que reiniciou a franquia. Chamando-o de um “momento muito especial” em sua vida, ela disse que o encontro a ajudou a se sentir confiante interpretando a personagem icônica.

“A energia dela era contagiante toda vez que eu estava na presença dela. Ela me convenceu a acreditar que tudo era possível, se você colocar seu coração nisso”, escreveu Saldaña. “Quero dizer, ela inspirou Mae Jemison a seguir seus sonhos de se tornar uma astronauta e foi exatamente isso que Mae fez. Eu sabia que teria grandes dificuldades para preencher o papel quando fui escolhido para interpretar Uhura, e Nichelle me fez sentir segura, me disse para interpretá-la com toda a confiança do mundo”.

“Minha esperança é que continuemos a manter sua memória viva, celebrando seu incrível corpo de trabalho e espalhando a mensagem de paz e igualdade entre todas as pessoas. Ela viveu uma vida longa e impactante e não apenas prosperou, mas ajudou muitos outros a prosperar também”, completou.

A atriz deverá retornar ao papel de Uhura em uma próxima sequência da franquia cinematográfica, recentemente anunciada pela Paramount.

Além dela, Celia Rose Gooding também estreou este ano como uma versão mais jovem de Uhura, na série “Star Trek: Strange New Worlds”, que encerrou sua 1ª temporada no mês passado.

Em seu próprio tributo nas redes sociais, Gooding escreveu: “Ela abriu espaço para muitos de nós. Ela foi o lembrete de que não apenas podemos alcançar as estrelas, mas nossa influência é essencial para a sobrevivência delas. Esqueça a sacudida de mesa, ela construiu a mesa!”.