Divulgação/MGM

Dolph Lundgren se manifesta após polêmica de spin-off de “Rocky”

Depois de Sylvester Stallone esbravejar nas redes sociais contra “Drago”, centrado no lutador vilão de “Rocky IV” (1985), o ator Dolph Lundgren usou as redes sociais para dar uma satisfação ao colega, que reclamou por ele não avisá-lo do projeto.

“Apenas para esclarecer as coisas sobre um possível spin-off de Drago”, escreveu Lundgren. “Não há roteiro aprovado, não há contratos, nenhum diretor e eu pessoalmente tive a impressão de que meu amigo Sly Stallone estava envolvido como produtor ou até mesmo como ator.”

“Houve um vazamento de imprensa na semana passada, o que foi lamentável. [Estou] em contato com Mr. Balboa – só para que todos os fãs possam relaxar… Pronto”, completou, chamando Stallone pelo sobrenome do personagem Rocky.

O projeto de “Drago” foi revelado na quinta-feira passada (28/7), quando veio à tona que o roteiro estava sendo escrito por Robert Lawton (“Crave”). Além disso, surgiram detalhes da trama, que deveria se focar na relação entre o boxeador russo Ivan Drago (Dolph Lundgren) e seu filho Viktor Drago (Florian Munteanu), adversário de Michael B. Jordan em “Creed 2” (2018).

Em guerra com o produtor da franquia, Irwin Winkler, Stallone criticou duramente o projeto em seu Instagram durante o fim de semana.

“Outra notícia de partir o coração… Acabei de descobrir isso… Mais uma vez, este patético produtor de 94 anos e seus filhos abutres inúteis, Charles e David, estão limpando os ossos de outro personagem maravilhoso que criei, sem nem me dizer”, escreveu Stallone. “Peço desculpas aos fãs, nunca quis que os personagens do ‘Rocky’ fossem explorados por esses parasitas”, ele escreveu.

E em seguida citou também o ator Dolph Lundgren, que interpretou o boxeador campeão soviético Ivan Drago em “Rocky IV” e “Creed II”. “A propósito, não tenho nada além de respeito por Dolph, mas gostaria que ele tivesse me contado o que estava acontecendo nas minhas costas”, mencionou Stallone. “Mantenha seus amigos reais por perto.”

Stallone já tinha feito comentários negativos contra Winkler no início deste mês. Ao compartilhar um retrato do produtor desenhado como uma serpente, o ator expressou frustração por supostamente ter sido privado de uma participação acionária na franquia “Rocky”.

Mas enquanto o astro reclama, a MGM se prepara para retomar o universo de Rocky em “Creed III”, que trará novamente Michael B. Jordan como Adonis Creed, o filho de Apollo Creed (Carl Weathers), primeiro adversário e amigo de Rocky. Além de estrelar, Jordan fará sua estreia como diretor na nova sequência, que vai estrear em 3 de março de 2023 nos EUA. Por enquanto, ainda não há previsão para o lançamento no Brasil.