Divulgação/TNT

Produção da última temporada de “Expresso do Amanhã” é suspensa pelo calor no Canadá

A produção de “Expresso do Amanhã” (Snowpiercer), série sobre um apocalipse climático, foi afetada pelas mudanças reais do clima mundial. A trama se passa numa nova era glacial e as gravações dos episódios de sua 4ª e última temporada precisaram ser suspensas devido ao calor extremo e inesperado que atingiu o set no sudoeste da Colúmbia Britânica, no Canadá – região que sediou os Jogos Olímpicos de Inverno de 2010!

Como a trama se passa sob temperaturas congelantes, todos os integrantes do elenco usam roupas quentes, o que ocasionou vários casos de desidratação e exaustão pelo calor.

O site americano Deadline apurou que pelo menos 14 pessoas, incluindo figurantes e membros da equipe, foram transportadas de ambulância para hospitais locais.

“Com muita cautela, a produção de ‘Expresso do Amanhã’ foi suspensa devido ao calor extremo no local”, disse um porta-voz da Tomorrow Studios, empresa que produz o drama pós-apocalíptico. “A saúde e o bem-estar do elenco e da equipe do programa continuam sendo a principal prioridade.”

O porta-voz ainda explicou que tendas de resfriamento foram disponibilizadas para o elenco e a equipe e que uma equipe médica está de plantão no set. Todos foram notificados para informar à produção se alguém se sentisse superaquecido, acrescentou.

Desenvolvida por Graeme Mason (co-criador de “Orphan Black”), “Expresso do Amanhã” é baseada em quadrinhos franceses e no longa-metragem homônimo dirigido pelo sul-coreano Bong Joon-ho (grande vencedor do Oscar 2020 com seu trabalho mais recente, “Parasita”), e destaca em seu elenco Daveed Diggs (da série “The Get Down”) e Jennifer Connelly (de “Noé”).

A trama se passa a bordo de um trem de quase mil vagões, que carrega os últimos sobreviventes da humanidade, depois que um desastre climático criou uma nova era do gelo. A 3ª temporada terminou com um grande reviravolta, com a separação dos vagões, divididos em dois trens que decidem rumar em direções opostas, e a descoberta de um lugar descongelado na África.

O grande elenco também inclui Sean Bean (o Ned Stark de “Game of Thrones”), Mickey Sumner (“Mistress America”), Annalise Basso (“Ouija: A Origem do Mal”), Sasha Frolova (“Operação Red Sparrow”), Hiro Kanagawa (série “The Man in the High Castle”), Susan Park (série “Vice-Principals”), Ryan Robbins (série “Continuum”), Roberto Urbina (série “Narcos”), Jonathan Walker (“A Coisa”), Aleks Paunovic (“Van Helsing”), Alison Wright (série “The Americans”) e, desde a 2ª temporada, Rowan Blanchard (“Garota Conhece o Mundo”).

A 4ª temporada, atualmente em produção, contará com participação de Clark Gregg e um novo showrunner, Paul Zbyszewski, que já comandou o ator em “Agents of SHIELD”.

Ainda não há previsão de estreia para os últimos capítulos, que só devem ser exibidos em 2023.

A série faz parte do catálogo da Netflix no Brasil.