Divulgação/Michael J. Fox Foundation

Michael J. Fox receberá homenagem do Oscar. Saiba quem mais

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA anunciou os quatro homenageados do próximo Oscar. O ator Michael J. Fox, que marcou época na franquia “De Volta ao Futuro”, receberá o Prêmio Humanitário Jean Hersholt por seu trabalho beneficente, enquanto a cineasta francófona Euzhan Palcy, a compositora americana Diane Warren e o diretor australiano Peter Weir serão premiados com o Oscar Honorário pela realização de suas carreiras.

Desde que revelou o diagnóstico de Parkinson, Michael J. Fox tem se dedicado a apoiar iniciativas de busca de cura ou melhora de condições de vida para pacientes com a doença, chegando a criar sua própria organização beneficente. Este trabalho é o foco de seu reconhecimento pela Academia.

Considerada uma cineasta revolucionária, Euzhan Palcy, natural da Martinica, no Caribe, foi a primeira diretora negra premiada no Festival de Veneza e no César (o Oscar francês), façanha realizada com o marcante “Rue Cases Nègres” em 1983.

Diane Warren é uma compositora veterana, com nada menos que 12 indicações ao Oscar, mas que nunca obteve vitórias na premiação. Ela compôs músicas como “I Don’t Want to Miss a Thing”, gravada pela banda Aerosmith para a trilha sonora de “Armageddon” (1998), “Til It Happens to You”, cantada por Lady Gaga na trilha do documentário “The Hunting Ground” (2015), e “Stand Up for Something”, representada pelo rapper Common em “Marshall: Igualdade e Justiça” (2017).

Para completar, Peter Weir é um diretor consagrado com seis indicações ao Oscar. Sua filmografia inclui clássicos modernos como “Sociedade dos Poetas Mortos” (1989), “A Costa do Mosquito” (1986), que virou série da Apple TV+, e “O Show de Truman” (1998), homenageado no cartaz do Festival de Cannes deste ano. Mas após sua última indicação ao Oscar, por “Mestre dos Mares: O Lado Mais Distante do Mundo” (2003), fez apenas mais um longa: “Caminho da Liberdade” (2010). Ele está há 12 anos sem filmar.

“O conselho da Academia tem a honra de reconhecer quatro indivíduos que fizeram contribuições inestimáveis ao cinema e ao mundo em geral. A defesa incansável de Michael J. Fox da pesquisa sobre a doença de Parkinson, juntamente com seu otimismo sem limites, exemplifica o impacto que uma pessoa pode causar para mudar o futuro de milhões. Euzhan Palcy é uma cineasta pioneira cujo significado inovador no cinema internacional está cimentado na história do cinema. A música e as letras de Diane Warren ampliaram o impacto emocional de inúmeros filmes e inspiraram gerações de artistas musicais. Peter Weir é um diretor de habilidade e talento consumados, cujo trabalho nos lembra o poder dos filmes de revelar toda a gama da experiência humana”, disse o presidente da Academia, David Rubin, sobre as homenagens em comunicado oficial.

Os homenageados receberão seus prêmios durante o 13º Governors Awards, cerimônia da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas que costuma reunir os integrantes da indústria em Los Angeles, um pouco antes do Oscar. Este ano, será bem antes: em 19 de novembro.

Além deste evento, os quatro premiados também participarão do Oscar em 12 de março para receber aplausos de toda a comunidade cinematográfica.