Divulgação/Netflix

Estrela de “Orange is the New Black” diz que aborto salvou sua vida

A atriz Laura Prepon (a Alex de “Orange Is the New Black”) afirmou que um aborto “salvou sua vida”, após ter descoberto que o bebê não sobreviveria e ela própria corria risco durante uma gravidez.

Em uma postagem no Instagram, ela revelou que o dia da interrupção da gravidez foi “o pior de sua vida”, mas admitiu que estava agradecida por ter essa escolha, lamentando que as pessoas em sua posição agora possam ser forçadas a ir com a gravidez até o fim, apesar dos riscos, graças à recente decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos, que permitiu a estados conservadores considerarem o aborto ilegal.

“Um dos piores dias da minha vida foi quando fiz a escolha de interromper uma gravidez no segundo trimestre. A verdade devastadora é que descobrimos que o feto não sobreviveria até o fim e que minha vida também estava em risco. Na época – eu tinha a escolha”, ela escreveu.

“Todo mundo tem sua própria maneira para buscar esse procedimento médico e eu simpatizo com qualquer um que tenha se deparado com essa decisão impossível. Estou orando por todos nós, para que possamos passar por esse momento desafiador e recuperar o arbítrio sobre nossos próprios corpos”, completou.

A atriz já havia dado mais detalhes sobre o assunto em 2018. Ela e o marido Ben Foster (“A Qualquer Custo”) decidiram não contar a ninguém sobre a gravidez até um exame de 16 semanas, quando foram informados de que o feto tinha higroma cístico, um desenvolvimento anormal do sistema vascular linfático.

“Nosso especialista neonatal nos disse que o cérebro não estava crescendo e os ossos não estavam crescendo. Fomos informados de que o bebê não sobreviveria e que eu corria o risco se continuasse com a gravidez. Ben me segurou enquanto eu chorava. Tivemos que interromper a gravidez”, relatou a atriz na ocasião.

Ex-seguidora da Igreja da Cientologia, Laura Prepon surpreendeu a muitos por interpretar uma lésbica nas sete temporadas de “Orange Is the New Black”). O final da atração, em 2019, foi seu último trabalho nas telas. Atualmente, ela aparece vinculada à série “That ’90s Show”, continuação de “That ’70s Show”, que ela estrelou há 24 anos.