Instagram/23 Rackz

Rapper de 16 anos é assassinado durante gravação de clipe nos EUA

O rapper 23 Rackz foi assassinado a tiros enquanto gravava um novo clipe, em Washington, D.C., nos Estados Unidos. Seu nome real era Justin Johnson, tinha 16 anos e estava em ascensão no mercado norte-americano, integrando a nova vertente de rap da região de Maryland e Virginia, batizada de DMV rap, que é marcada por vocais velozes, exaustivos e gritados, além de batidas pesadas e temática gangsta.

Segundo a WTTG-TV, o jovem foi baleado próximo das 11h30 da quinta-feira (26), na região sudeste da capital dos EUA, onde ele vivia.

Antes de ser morto, o cantor divulgou sua exata localização em um story do Instagram, num vídeo em que aparecia aguardando o começo das gravações. A postagem pode ter sido fatal.

Ele tinha o costume de gravar clipes segurando largos maços de dinheiro, característica presente também na capa de seu primeiro disco, “Rookie of the Year”, lançado no ano passado.

Até o momento, não se sabe quem foi o autor dos disparos e a polícia está oferecendo US$ 25 mil — mais de R$ 118 mil na cotação atual — por informações que levem à identificação e captura do culpado.

Veja abaixo o último clipe do rapper, lançado há um mês, no final de abril passado.