Divulgação/Aftermath

Kendrick Lamar vira Will Smith, Kanye West e OJ Simpson em clipe

Kendrick Lamar lançou o clipe de “The Heart Part 5”, seu primeiro em quatro anos, onde assume a aparência de vários astros negros controvertidos.

No vídeo, ele se transforma em versões “deepfake” de Kanye West, Jussie Smollett, OJ Simpson, Kobe Bryant e Will Smith para apresentar outros pontos de vista sobre personalidades que enfrentam cancelamento.

A cada transformação, a letra se alinha ao rosto adotado. Quando vira West, ele faz rimas sobre bipolaridade, transtorno sofrido pelo rapper. E no verso final, ele aparece como Nipsey Hussle, o rapper de LA que foi baleado em 2019, falando que está no céu e perdoa seu assassino.

Tudo indica que a inspiração tenha sido uma fala polêmica do próprio Lamar. Em 2015, ele foi criticado por fazer comentários tidos como negativos sobre os distúrbios de Ferguson, após o assassinato de um homem negro pela polícia, na origem do movimento Black Lives Matter. “O que aconteceu com [Michael Brown] nunca deveria ter acontecido. Nunca. Mas quando não temos respeito por nós mesmos, como esperamos que eles nos respeitem?”, disse Lamar na ocasião.

No clipe, ele assume o rosto de artistas que perderam (um pouco ou muito) do respeito da comunidade negra dos EUA. Antigamente vistos como exemplos, os rostos representados deixaram de ser os símbolos positivos que trabalharam a vida inteira para se tornar.

“The Heart Part 5” é a quinta música com o título “The Heart” (o coração) de Lamar desde 2010 e a primeira prévia de seu novo álbum, intitulado “Mr. Morale and the Big Steppers”, que tem lançamento marcado para sexta-feira (13/5).

O último disco de Kendrick Lamar foi o premiado “Damn”, de 2017, seguido por contribuições para a trilha sonora do filme “Pantera Negra”.