Divulgação/BBC America

Série derivada de “Orphan Black” ganha título e previsão de estreia

O conglomerado AMC oficializou a produção, anunciou o título e a previsão de estreia de uma série derivada de “Orphan Black”. Intitulada “Orphan Black: Echoes”, a série será lançada em 2023. O detalhe é que não será exibida na TV paga como a atração original, mas exclusivamente em streaming, na plataforma americana AMC+.

A vontade de realizar um spin-off foi manifestada originalmente em 2019 e se materializa agora como uma das apostas da AMC para turbinar o catálogo de seu streaming.

Exibida de 2013 a 2017, “Orphan Black” girava em torno de um grupo de mulheres que descobre ser clones da mesma pessoa, separadas e criadas em diferentes localidades, numa experiência que não foi inteiramente bem-sucedida, já que elas estariam morrendo.

A continuação não deve trazer de volta as “sisters” do “clone club” – ou “sestras” como dizia a clone russa – que foram interpretadas, de forma impressionante, pela mesma atriz: a canadense Tatiana Maslany, em uma dezena de papéis diferentes. Em vez disso, a nova série pretende contar outra história passada no mesmo universo.

Após abrir discussões com vários roteiristas e ponderar diferentes abordagens para o projeto, a produtora Boat Rocker fechou com Anna Fishko, roteirista de “The Society” e “Fear the Walking Dead”, para comandar a nova etapa da franquia.

“Estou emocionado por começar este novo capítulo no mundo de ‘Orphan Black'”, disse Fishko em comunicado. “Criar uma história que abraça o legado do show original tem sido muito gratificante, e estou animada para ver o público embarcar em uma nova jornada, que explora as grandes questões do que nos torna quem somos. Sou incrivelmente sortuda por ter parceiros tão solidários como Boat Rocker, John Fawcett e AMC, e mal posso esperar para apresentar ao público antigo e novo a próxima parte desta amada história.”

Um dos co-criadores de “Orphan Black”, John Fawcett (responsável pela trilogia de terror “Possuída”), também está a bordo como produtor executivo e diretor.

“Orphan Black: Echoes” vai se passar em um futuro próximo e fará “um mergulho profundo na exploração da manipulação científica da existência humana”, de acordo com a descrição da AMC. A nova série também seguirá um grupo de mulheres que encontram uma forma de entrar na vida umas das outras, enquanto desvendam o mistério de suas identidades e descobrem uma história dolorosa de amor e traição.

A série original foi responsável por dar visibilidade à BBC America, atraindo muitos assinantes com sua repercussão, que não se restringiu ao universo geek, pois rendeu até um merecido Emmy de Melhor Atriz para Tatiana Maslany. Desde então, o canal só teve mais um hit: “Killing Eve”. E foi comprado pela AMC – que ainda possui os canais IFC, WE tv, Sundance TV e a plataforma de streaming Shudder.

A AMC está em busca de um novo sucesso conforme se aproxima o final de “The Walking Dead”. E desde a conclusão de “Into the Badlands” estava sem nenhuma série de ficção científica em sua programação.