Instagram/CORE

Sean Penn considerou pegar em armas contra a Rússia

O ator Sean Penn (“Flag Day – Dias Perdidos”) confessou ter considerado se juntar à resistência armada ucraniana na guerra contra a Rússia.

“Estando na Ucrânia, lutar é algo que passa pela sua cabeça”, afirmou o ator e diretor em entrevista à revista Hollywood Authentic. “E então você começa a pensar em que século estamos. Estava abastecendo o carro em um posto em Brentwood (bairro de Los Angeles) em um dia, e agora estou pensando em pegar em armas contra a Rússia? O que diabos está acontecendo?”, completou.

Penn esteve recentemente na Ucrânia documentando o conflito do país com a Rússia para um documentário. O projeto da produtora Vice chegou a registrar um encontro entre o astro e o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky. Com o avanço das tropas russas, o americano deixou o país, completando uma jornada a pé até Polônia, no caminho seguido por milhares de refugiados. Ele retornou aos Estados Unidos no início de março.

Penn ainda não concluiu as filmagens de seu documentário e pretende retornar à Ucrânia para isso, mas ainda precisa planejar bem a situação.

Atualmente, o ator busca ajudar o país através da sua ONG, a CORE, que tem oferecido suporte a refugiados da Ucrânia na Polônia.